Dia do frete grátis: 32% das vendas não cobraram entrega

Compartilhar

Do total de pedidos com frete zerado, mais da metade foram entregues a partir das lojas mais próximas do consumidor, reforçando estratégia omnicanal do varejo

Seguindo a estratégia varejista de usar datas comemorativas para engajar o consumidor e converter mais vendas, o Dia do Frete Grátis – comemorado na última semana do mês de abril, este ano no dia 28 –, registrou uma adesão de 32,12% no total de vendas para a data, segundo levantamento da Linx, empresa líder em tecnologia para o varejo, com clientes omnicanais, estratégia de integrar canais de venda física e on-line e que vem ganhando relevância na pandemia. Entre os principais produtos que tiveram o frete zerado, desodorantes, calçados, roupas em geral, itens de perfumaria e artigos para casa conquistaram o público.

Do total de vendas sem frete na modalidade, 56% foram ship from store, quando o produto comprado no e-commerce é enviado a partir do estoque da loja mais próxima. Essa operação se consolidou na pandemia, dando vazão ao grande volume de pedido, reduzindo prazo de entrega e até mesmo custo de frete em dias normais. Em contraposição, apenas cerca de 5% dos pedidos foram enviados a partir dos tradicionais centros de distribuição, normalmente localizados em regiões mais afastadas das cidades. Para a Linx, os números evidenciam a expansão das vendas digitais consolidada pela pandemia e a forte adaptação do varejista às mudanças no modelo de consumo.


Compartilhar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *