Para crescer e ser competitivo é preciso inovar sempre

Compartilhar

“Para crescer e se tornar competitivo em qualquer setor é preciso inovar sempre”

     Estamos no mundo que consome inovação a cada segundo. Empresas tem que inovar, pessoas idem, inovar ou morrer. Fiquei com inveja da atenção do Ministro Blairo Maggi dedicada à cultura de soja numa visita a Cascavel, postada hoje. Penso que inovar muitas vezes é acatar o óbvio, aceitar as evidências e implementar. Observar, registrar, fazer políticas públicas ou testes baseados em evidências, em fatos que-só-não-percebe-quem-não-quer.

     Essa postagem é, na verdade, uma homenagem ao ex presidente da Associação Brasileira dos Criadores de Girolando, o Jonadan e, ao novo, Luiz Carlos, dois empresários e lideranças na pecuária leiteira. Temos uma grande invenção em curso nesse nosso Brasil com o melhoramento do Gir Leiteiro e do Girolando. E quero destacar algo que posso testemunhar, atestar, evidenciar. Fêmeas meio sangue de vacas Gir Leiteiro superiores em pedigree e produção leiteira, são uma chave para melhorarmos a vida de milhões de brasileiros com rapidez.

     Por um conjunto de fatores, no passado recente deixamos por conta do macho, do sêmen, a melhoria. Não havia escala, tamanho de rebanho Gir Leiteiro de Fêmeas de qualidade, que pudesse atender a demanda de cruzamentos. Os preços das fêmeas era muito, muito alto. Assim, um meio sangue menos produtivo, recebendo outra inseminação de holandês produz um 3/4 com mais sangue europeu que produz bem mais…  e as coisas caminham.  De certa forma durante os últimos tempos convivemos com as adaptações de grau de sangue à demanda produtiva de cada animal, e talvez não passasse pela cabeça de muitos que o meio sangue de grandes mães gir leiteiro e grandes pais holandeses pudesse ser tão produtivo com a economia de tempo de UMA GERAÇÃO…

Que Economia!!!

E isso, minha experiência (fui criador de um lindo rebanho de gir sem aptidão leiteira), e a mera observação da realidade me permite dizer que é uma imperdível oportunidade de gerar renda para pequenos, médios e grandes pecuaristas de leite criar uma política pública diferenciada e agressiva para que o Brasil tenha mais fazendas com EXCELENTES doadoras Gir Leiteiro, fazendas essas que seriam grandes, (GRANDES) multiplicadoras regionais de qualidade no girolando meio sangue.

Pronto, botei pra fora a melhor contribuição que posso dar para meus Compatriotas. Agradeço a todos que me escutam e algum crédito me dão, e a minha Equipe, que massacro com essa minha obstinação em contribuir.

                                                                                     Evandro do Carmo Guimarães – Agropecuarista – Fazendas do BASA


Compartilhar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *