Três homens são chifrados na corrida de touros

Compartilhar

Três homens são chifrados no fim da corrida de touros de Pamplona. Até autor de guia de sobrevivência aos animais foi hospitalizado durante evento.

 

A festa de São Firmino, em Pamplona, na Espanha, foi encerrada nesta segunda-feira com mais feridos – três homens foram chifrados por um touro que se separou do grupo de seis animais e avançou contra a multidão, levantando várias pessoas do chão. Dois australianos ficaram feridos – um deles, um jovem de 26 anos de idade, com gravidade – e um espanhol de 21 anos, da região de Navarra. Além disso, quatro pessoas, incluindo uma mulher, foram levadas ao hospital.

 

O festival é realizado ao longo de uma semana no mês de julho e atrai um grande número de turistas. Nas corridas, pessoas vestidas de branco e usando lenços vermelhos são perseguidas por touros pelas ruas estreitas de Pamplona, no norte do país, em direção a uma arena de tourada. A festa lembra menos o espetáculo heroico descrito por Ernest Hemingway em O Sol Também Se Levanta e mais um Carnaval de rua no qual os pobres touros são trucidados no final.

 

Vários homens já haviam ficado feridos nos últimos dias, incluindo Bill Hillman, um cidadão americano coautor de um guia sobre o festival chamado Fiesta: How to Survive The Bulls of Pamplona (“Fiesta: como sobreviver aos touros de Pamplona”, em tradução literal). Ele foi chifrado na coxa e caiu.

 

No domingo, dia 6, quando teve início o evento, quatro pessoas foram hospitalizadas – um corredor foi chifrado na coxa enquanto outros três sofreram fraturas. Manifestantes do Peta, ONG americana de defesa dos animais, organizaram protestos antes do início do festival – não houve incidentes entre os ativistas e os participantes .

 

A última vítima de touros que morreu na corrida foi um jovem de 27 anos de Madri, chifrado no pescoço em 2009. A festa começou a ser organizada em 1591 e catorze mortes foram registradas no século passado.

 

Fonte: Veja online.


Compartilhar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *