Exportações no Paraná caem 3,59% em janeiro

Compartilhar

O Paraná exportou em janeiro 871 milhões de dólares, montante 3,59% abaixo dos valores registrados no mesmo período de 2015. Os dados são do levantamento de Desempenho do Comércio Exterior da Federação das Indústrias do Estado do Paraná (Fiep).

A soja continua sendo o grupo de produto mais exportado pelo Estado, com 20,71% de participação do total mensal. Carnes é o segundo produto da lista, com 19,61%, e o grupo de cereais é responsável por 11,82% dos negócios, ocupando a terceira posição. Na quarta colocação, material de transportes tem 8,09% de participação no total das vendas para outros países em janeiro.

O levantamento, de acordo com o gerente de economia da Fiep Marcelo Percicotti mostra que as importações cresceram 0,23% em janeiro em comparação a dezembro de 2015. Os produtos comprados de outros países somaram 737 milhões de dólares, 30,15% abaixo do registrado no mesmo mês do ano passado.

O saldo líquido mensal, resultado do valor das exportações menos o valor das importações, foi positivo e atingiu 133 milhões de dólares em janeiro. Em 2015, o saldo acumulado do ano foi um superavit de 2,460 bilhões de dólares.

Importações

No caso das importações, o Paraná tem como principal parceiro comercial a China, com 20,41% do volume de negócios em janeiro. Mas ao comparar esse indicador em relação ao mesmo mês em 2015, há uma redução de 38,40% das transações entre a economia chinesa e paranaense.

Devido a uma importação atípica de máquinas finlandesas, o Paraná apresentou uma elevação no fluxo de comércio com a Finlândia de 2.036,96% entre janeiro de 2016 e o mesmo período de 2015. “Essa condição muito específica permitiu à economia finlandesa tornar-se o segundo maior parceiro comercial paranaense em janeiro de 2016, com uma participação no total de produtos importados de 11,46%”, explica Percicotti.

No mês, o terceiro maior parceiro comercial é a Argentina, com participação de 9,35% do total de importações do Estado do Paraná. “Comparando o mês de janeiro de 2016 em relação ao mesmo mês de 2015, constata-se uma queda de 2,87% no valor das importações realizadas pela economia paranaense”, pontua o economista.

No fluxo do comércio, medido pelo resultado das exportações mais importações, a China supera a Argentina e é o principal parceiro comercial do Paraná, com 242 milhões de dólares movimentados em janeiro.

Fonte: Folha Web.


Compartilhar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

error: Conteúdo protegido!
%d blogueiros gostam disto: