Portos paranaenses batem recordes em exportação

Compartilhar

A Appa (Administração dos Portos de Paranaguá e Antonina) acaba de bater mais um recorde de movimentação. Ao longo do mês de abril, o Porto de Paranaguá escoou 1,476 milhão de toneladas de soja, superando o recorde anterior de 1,396 milhão de toneladas em abril de 2014. A alta de 6% é considerada um recorde histórico.

Além disso, o Porto de Paranaguá foi a principal via de escoamento da produção brasileira de farelo de soja, óleo vegetal e congelados no acumulado de 2015. Com os recentes investimentos feitos na estrutura do porto, Paranaguá também ganhou espaço na exportação de milho e de álcool.

Porto de Anonina

Neste primeiro semestre, o Porto de Antonina também apresentou resultados. Após um ano com o mercado em baixa, o Porto de Antonina voltou a ser uma porta de saída do açúcar ensacado brasileiro, com a perspectiva de exportar um volume maior do que 2012 e 2013 somados.

O primeiro carregamento de açúcar no Porto de Antonina começou em março, com 17 mil toneladas de produto proveniente do interior de São Paulo, com destino a Angola. O volume embarcado até abril já chega a 28 mil toneladas – mais que a movimentação do produto ao longo de 2013 e 2014. A expectativa, para este ano, é que sejam carregadas 200 mil toneladas pelo terminal. De 2007 a 2009, não houve movimentação do produto em Antonina.

Investimentos

Para este ano, a previsão da Administração dos Portos de Paranaguá e Antonina é investir R$ 360 milhões nos portos paranaenses.

Entre as obras, equipamentos e projetos entregues em 2015, estão aquisição de novas balanças para pesagem dos caminhões, as obras de reforma do cais, a nova iluminação da avenida portuária, a implantação de novos tombadores e demais componentes para descarregar cargas e a dragagem de manutenção do canal de acesso ao Porto de Paranaguá.

Neste montante, estão previstos investimentos em infraestrutura marítima (reforma do cais já em andamento), infraestrutura de acostagem e infraestrutura terrestre, como a implantação de um novo sistema de combate a incêndio e a recuperação da Avenida Bento Rocha, em Paranaguá.

Também estão programados investimentos em tecnologia, com a aquisição de scanners para inspeção de cargas. O meio ambiente será beneficiado, com a construção da Base de Prontidão para Emergências Ambientais e ações voltadas ao monitoramento ambiental. Todos os investimentos acima listados já estão em execução.

Fonte: Agência CNT de Notícias com informações da Appa.


Compartilhar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *