Brasil deve colher 112 milhões de toneladas de milho

Compartilhar

Brasil deve colher 112,814 milhões de toneladas de milho em 2020/2021.

A produção brasileira de milho em 2020/21 deverá totalizar 112,814 milhões de toneladas. A previsão é de SAFRAS & Mercado. Na estimativa anterior, divulgada em janeiro, a previsão era de 113,463 milhões de toneladas. No ano passado, os produtores brasileiros colheram 106,833 milhões de toneladas.

SAFRAS estima que a área total cultivada no Brasil deve crescer 6,2% frente à temporada 2019/20, de 19,537 milhões de hectares, ocupando 20,752 milhões de hectares. Na estimativa anterior, a área havia sido indicada em 20,199 milhões de hectares.

A produtividade média da safra brasileira 2020/21 deve ficar em 5.436 quilos por hectare de milho, inferior aos 5,617 quilos por hectare projetados em janeiro e aos 5.468 quilos por hectare obtidos na temporada 2019/20.

A nova previsão de SAFRAS indicou a safra de verão 2020/21 em 21,645 milhões de toneladas de milho, contra 23,161 milhões de toneladas do ano anterior. Em janeiro, a previsão de SAFRAS era de uma primeira safra de 19,399 milhões de toneladas.

A área cultivada na safra de verão 2020/21 foi estimada em 4,353 milhões de hectares, subindo 5,7% frente aos 4,118 milhões de hectares cultivados em 2019/20. Em janeiro a área havia sido apontada em 3,953 milhões de hectares.

A produtividade média da safra de verão foi estimada em 4.973 quilos por hectare, abaixo dos 5.624 quilos por hectare registrados na safra de verão 2019/20. No relatório anterior, a produtividade havia sido prevista em 4.907 quilos por hectare.

A safrinha, ou segunda safra, está estimada por SAFRAS em 80,685 milhões de toneladas em 2021. No ano passado, a produção foi de 73,478 milhões de toneladas. Na estimativa anterior, a projeção era de 84,027 milhões de toneladas.

Para chegar a esse volume, SAFRAS estima a área cultivada na segunda safra de 14,211 milhões de hectares, 7,1% acima dos 13,27 milhões de hectares cultivados na safrinha 2020. A área também é maior frente aos 14,124 milhões de hectares de milho projetados em janeiro.

A produtividade média da safrinha 2021 deve ficar em 5.677 quilos por hectare, superando os 5.537 quilos por hectare de milho colhidos na segunda safra de 2020. Na estimativa anterior, a produtividade média havia sido indicada em 5.949 quilos por hectare.

SAFRAS estima que a safra das regiões Norte e Nordeste em 2020/21 ficará em 10,483 milhões de toneladas de milho, acima das 10,036 milhões de toneladas projetadas em janeiro e à frente das 10,193 milhões de toneladas colhidas na temporada 2019/20.

A área cultivada nas regiões Norte e Nordeste na temporada 2020/21 deve avançar 1,8% frente aos 2,148 milhões de hectares cultivados na safra anterior, chegando a 2,187 milhões de hectares. Na estimativa passada, a área projetada era menor, de 2,121 milhões de hectares de milho.

A produtividade de milho a ser produzido nas regiões Norte e Nordeste em 2020/21 deve alcançar 4.792 quilos por hectare, superando os 4.745 quilos por hectare obtidos em 2019/20.

Fonte: Agência SAFRAS.


Compartilhar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *