Evidências sobre a evolução do Tiranossauro rex

Compartilhar

Fóssil de 90 milhões de anos traz evidências sobre a evolução do Tiranossauro rex.

Os Tiranossauros evoluíram cérebro e sentidos antes de ficarem com tamanhos colossais. Isso permitiu que subissem na cadeia alimentar.

O fóssil de uma nova espécie de dinossauro está trazendo evidências de como o Tiranossauro rex se transformou em um dos maiores predadores da Terra. De acordo com estudo publicado na última segunda-feira na revista científica Proceedings of the National Academy of Sciences (PNAS), o fóssil descoberto no Uzbequistão mostra como um dinossauro de pequeno porte utilizou seus sentidos aguçados e grande cérebro para conseguir subir na cadeia alimentar e se tornar o gigante T-Rex.

Segundo o time de pesquisadores liderados por Steve Brusatte, da Escola de Geociência da Universidade de Edimburgo, a nova espécie, chamada Timurlengia euotica, viveu há aproximadamente 90 milhões de anos e preenche uma lacuna de 20 milhões de anos na evolução da família dos Tiranossauros. Até o momento, pouco se sabia sobre como essa espécie se desenvolveu para chegar às criaturas gigantes e inteligentes conhecidas por dominar a Terra há 66 milhões de anos. “Esse é o primo mais próximo do T-Rex e nos mostra como os tiranossauros desenvolveram cérebros sofisticados antes de se tornarem predadores de tamanhos colossais”, disse Brusatte.

Uma equipe de paleontólogos estudou uma coleção de fósseis de dinossauros e descobriu que o crânio de Timurlengia era muito menor que o do Tiranossauro. Sendo assim, há 90 milhões de anos, eles ainda não tinham o mesmo tamanho – enorme – do predador, conhecido em filmes como Jurassic Park. Mesmo assim, características específicas do crânio indicavam que o cérebro e os sentidos de Timurlengia já estavam bastante desenvolvidos. Isso pode ter sido crucial para que, apenas no final da era dos dinossauros, os T-Rex evoluíssem para tamanhos tão colossais que permitiriam que ficassem no topo da cadeia alimentar.

Evolução – O olfato muito apurado e a visão excelente permitiram que o Tiranossauro se aproveitasse da extinção de outras espécies. “Quando outros grandes predadores foram extintos, os Tiranossauros conseguiram aproveitar a situação e ‘roubaram’ seus lugares”, disse a paleontóloga Lindsay Zanno, do Museu de Ciências Naturais da Carolina do Norte, à Smithsonian.

Há 170 milhões de anos, os primeiros dinossauros eram pouco maiores que os humanos. Ao passo que evoluíram durante 100 milhões de anos, essas espécies cresceram e ficaram colossais, com pesos que chegavam a 9 toneladas. O Timurlengia pesava aproximadamente 250 quilogramas e tinha o tamanho de um cavalo, com longas pernas e dentes afiados.

“Só depois que esses Tiranossauros ancestrais desenvolveram cérebro e sentidos, eles cresceram para os tamanhos enormes conhecidos hoje. Os Tiranossauros tiveram que evoluir a inteligência antes de ficarem grandes”, disse Brusatte.

Link da matéria original

Fonte: Veja Online.


Compartilhar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

error: Conteúdo protegido!
%d blogueiros gostam disto: