‘De Volta para o Futuro’ de novo

Compartilhar

‘De Volta para o Futuro’ de novo: saiba como será o mundo daqui a 30 anos.

No dia da ‘chegada’ do personagem Marty McFly ao ano de 2015, futurólogos fazem previsões para 2045. Entre as novidades estão janelas de realidade virtual, aviões autorreparadores e edifícios inteligentes.

Os amantes da trilogia De Volta para o Futuro celebram nesta quarta-feira um dia muito especial. No segundo filme da série, lançado em 1989, 21 de outubro de 2015 é a data da ‘chegada’ de Marty McFly (personagem interpretado Michael J. Fox) ao futuro. Enquanto os fãs se divertem com as “previsões” da viagem de Marty – e as engenhocas do filme que já viraram realidade -, alguns futurólogos estão prevendo como será o mundo daqui a 30 anos.

As profecias foram feitas por especialistas em inteligência artificial e robótica, futurólogos de universidades australianas e também por especialistas da Hewden, empresa de instalações do Reino Unido. Confira uma lista com as cinco melhores previsões para 2045:

Cinco melhores previsões para 2045:

Prédios falantes

De acordo com o futurologista australiano Ian Pearson, a partir de 2030, os edifícios poderão contar com inteligência artificial e, por isso, serão capazes de ‘conversar’ com as pessoas. Os prédios, que serão feitos de um plástico translúcido, estarão conectados a uma espécie de ‘sistema nervoso’, logo, não existirão interruptores ou controles manuais. Além disso, sensores indicarão quando as instalações estiverem precisando de reparos.

Elevadores inteligentes

Segundo Pearson, devido ao desenvolvimento de edifícios cada vez mais altos, os elevadores precisarão de novos sistemas de conexão e de propulsão magnética – motores que, por usarem bobinas magnetizadas, conseguem funcionar sem combustível. Além disso, com ajuda dessa técnica, os elevadores do futuro poderão se deslocar na vertical e na horizontal. A empresa alemã ThyssenKrupp já começou a trabalhar nessa tecnologia, batizada de Multi.

Aviões autorreparadores

De acordo com Hamza Bendemra, engenheiro da Universidade Nacional Australiana, a aviação comercial sofrerá mudanças bem significativas. Para o especialista, os pilotos se tornarão obsoletos já que, com o avanço dos softwares, essa profissão se tornará um hobby em vez de um emprego. Além disso, os aviões serão mais leves e possuirão sensores de autorreparo, que permitirão que, em caso de problemas, as partes da aeronave poderão se consertar automaticamente.

Janelas virtuais

Segundo os futurólogos, todas as janelas serão substituídas por telas virtuais de realidade aumentada, assim, os usuários poderão escolher qual imagem eles mais gostam de ver. Apesar de parecer uma novidade futurística, essa tecnologia, feita de plástico, já foi desenvolvida pela empresa Sonte. Além de poder selecionar o cenário preferido, os clientes também podem controlar a cor da película e, assim, aumentar ou diminuir a quantidade de luz que entra pela janela.

O velho hábito do papel e caneta

Apesar de enfatizar os avanços tecnológicos que acontecerão nos próximos 30 anos, segundo Philip Branch, professor de telecomunicações da Universidade de Tecnologia Swinburne (Austrália), velhos hábitos não deixarão de existir. Para ele, caso aconteça um apocalipse econômico ou social – que afete a comunicação por meio smartphones e tablets -, os habitantes do futuro terão que usar papel e caneta.

Fonte: Veja Online.

Link:

http://veja.abril.com.br/noticia/ciencia/de-volta-para-o-futuro-de-novo-saiba-como-sera-o-mundo-daqui-a-30-anos


Compartilhar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *