Letra e tradução da música Infinite volte Lorenzo Frago

Compartilhar

Lorenzo Fragola  é um cantor italiano que tornou-se conhecido depois de vencer a edição do show de talentos X Factor. 

Tradução do italiano para o português da música Infinite volte – Lorenzo Fragola – Sanremo 2016

Inúmeras Vezes

Tudo queima na cabeça

O sangue nas veias fica gelado

Sinto como se você tivesse medo

Mas é medo de estar bem

Nós somos amados no topo do mundo

Sobre tudo e sobre todos

Quantos sonhos em um segundo

E em um segundo você os destruiu

E eu gostaria de voltar no passado

Para parar aquele momento

Em que eu me sentia forte

Forte, como um gigante

E esperei, cegamente

No seu olhar mais sincero

E se devo dizer tudo

Eu realmente acreditei

 

Eu disse inúmeras vezes

Que eu não teria vivido

Outro amor que não você

Outras mil vezes eu perdi

Essa guerra contra eu mesmo

Mas não bastou para não pensar mais em você

 

Você está sozinha nessa viagem

Eu estou sozinho nessa viagem

Mas a verdade, amor, somos só nós que fazemos

Não é fácil mentir

Mas nunca fui capaz

De fazer amor sem amor

De fazer amor sem amor

Quem somos nós para dizer adeus?

 

Eu disse inúmeras vezes

Que eu não teria vivido

Outro amor que não você

Outras mil vezes eu perdi

Essa guerra contra eu mesmo

Mas não bastou para não pensar mais em você

 

Agora ainda resta um pouco

Há coisas para esquecermos

Para viver

E talvez eu desaparecerei agora

Se então é verdade que te escrever também é inútil

Esta noite o seu silêncio diz coisas estúpidas

 

Eu disse inúmeras vezes

Que eu não teria vivido

Outro amor que não você

Outras mil vezes eu perdi

Essa guerra contra eu mesmo

Mas não bastou para não pensar mais em você

Inúmeras vezes ou um pouco mais

Infinite volte

Brucia tutto nella testa

Gela il sangue nelle vene

Sento come se hai paura

Ma è paura di star bene

Ci siamo amati in cima al mondo

Sopra tutto e sopra tutti

Quanti sogni in un secondo

E in un secondo li hai distrutti

E vorrei tornare indietro

Per fermare quell’istante

In cui mi son sentito forte

Forte come un gigante

E ho sperato ciecamente

Nel tuo sguardo più sincero

E se devo dirla tutta

Ci ho creduto per davvero

 

Infinite volte ho detto

Che non avrei più vissuto

Nessun altro amore che non sia tu

Altre mille volte ho perso

Questa guerra con me stesso

Ma non è bastato a non pensarti più

 

Tu sei sola in questo viaggio

Io sono solo in questo viaggio

Ma la verità amore siamo solo noi a farlo

Non facile mentire

Ma non sono mai stato capace

A far l’amore senza amore

A far l’amore senza amore

Chi siamo noi per dirci addio

 

Infinite volte ho detto

Che non avrei più vissuto

Nessun altro amore che non sia tu

Altre mille volte ho perso

Questa guerra con me stesso

Ma non è bastato a non pensarti più

 

Adesso resta ancora un po’

Ci sono cose da dimenticare

Da rivivere

E forse adesso sparirò

Se poi è vero che anche scriverti è inutile

Stanotte il tuo silenzio dice cose stupide

 

Infinite volte ho detto

Che non avrei più vissuto

Nessun altro amore che non sia tu

Altre mille volte ho perso

Questa guerra con me stesso

Ma non è bastato a non pensarti più

Infinite volte o poco più

 

 

 


Compartilhar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *