Cepea: Indicador cotação café e citros

Compartilhar

CAFÉ/CEPEA: Baixa oferta de qualidade pode limitar exportação desta safra.

Com a menor produção de café na temporada 2015/16, a exportação de grãos verdes deve ser menor que a da safra passada, quando o Brasil atingiu seu recorde de 33,05 milhões de sacas embarcadas. De julho/15 a janeiro/16, o volume foi semelhante, mas, nos próximos meses, a dificuldade na formação de lotes de grãos mais finos pode reduzir os embarques até junho.

Em janeiro, a queda já foi significativa. Além da menor produção nacional, o retorno do Vietnã ao mercado exportador de robusta também tem influenciado na diminuição dos embarques brasileiros desta variedade. Segundo dados do Cecafé (Conselho de Exportadores de Café do Brasil), na parcial da safra, foram 19,84 milhões de sacas de 60 kg de grãos verdes (arábica e robusta), apenas 0,34% a menos que em igual período da temporada anterior. Na análise por variedade, observa-se que o volume de arábica aumenta 3,3%, mas o de robusta está 24,6% menor.

CITROS/CEPEA: Baixa oferta mantém cotações da laranja em alta.

A oferta de frutas de qualidade continua bastante limitada no mercado paulista de laranja de mesa, o que tem mantido os preços em alta, principalmente os da pera temporã. A média parcial da semana (segunda a quinta-feira) da laranja pera é de R$ 20,65/caixa de 40,8 kg, na árvore, aumento de 6% em relação à da semana passada. Agentes acreditam em continuidade das altas, visto que a oferta seguirá reduzida até o início da colheita das precoces (previsto para a segunda quinzena de março).

Dados divulgados nesta semana apontando estoques reduzidos de indústrias paulistas no encerramento da safra atual (2015/16) podem manter firmes os preços ao produtor na temporada 2016/17, tanto aos que comercializam laranja para o processamento quanto aos que vendem para o mercado de mesa. Essa expectativa é reforçada pela possibilidade de menor produção de laranja também na próxima temporada e na consequente redução dos estoques de suco da safra 2016/17 – cenário que poderia ser alterado em caso de forte redução nas vendas nacionais e/ou forte melhora no rendimento.

Fonte: Cepea.


Compartilhar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

error: Conteúdo protegido!
%d blogueiros gostam disto: