Mancha-alvo: Confira a eficiência dos fungicidas

Compartilhar

Mancha-alvo: Confira a eficiência dos principais fungicidas utilizados para controle da doença.

Integrando o complexo de manchas foliares da soja, a mancha-alvo, causada pelo fungo Corynespora cassiicola vem se destacando safra a pós safra. Os danos ocasionados pela doença podem representar perdas de até 40% da produtividade da soja em cultivares mais suscetíveis (Godoy et al., 2019).

Conforme destacado por Henning et al. (2014), o fungo está presente em praticamente todas as regiões de cultivo da soja Brasileira, sobrevivendo em resíduos culturais, sementes infectadas e plantas hospedeiras. Os sintomas típicos da doença incluem lesões iniciais com pontuações pardas e halo amarelado, evoluindo para grandes manchas circulares, de coloração castanho-clara a castanho-escura, atingindo até 2 cm de diâmetro, em casos mais severos pode-se observar a desfolha prematura em cultivares mais suscetíveis (Henning et al., 2014).

Figura 1. Sintomas típicos de mancha-alvo em soja.

Tendo em vista os danos ocasionados por essa doença e sua importância econômica, deve-se realizar um manejo eficiente da mancha-alvo, a fim de evitar maiores interferências negativas no cultivo da soja e produtividade de grãos ou sementes. Além da rotação de culturas, uso de sementes certificadas e tratamento de sementes com fungicidas, o controle químico por meio do emprego de fungicidas é de fundamental importância para o manejo e controle da mancha-alvo, sendo essencial conhecer os produtos mais eficientes para um adequado posicionamento de fungicidas.

Avaliando a eficiência de fungicidas no controle da mancha-alvo na safra 2018/2019, a Fundação MS conduziu experimento em Dourados, MS. Com base nos resultados obtidos no experimento, os fungicidas Fox Xpro, Cronnos OD, Ativum e Fox apresentaram valores de eficiência de controle acima de 70%, enquanto os fungicidas Fezan Gold, Triziman, Tridium e Orkestra SC apresentaram valores acima de 60% de controle, também sendo considerados boas ferramentas de manejo da doença na cultura (Grigolli & Grigolli, 2019).  Os resultados obtidos para os demais fungicidas avaliados podem ser visualizados na figura 2.

Figura 2. Eficiência de controle de mancha-alvo em plantas de soja com diferentes fungicidas. Maracaju, MS, 2019.

Além do adequado posicionamento de produtos, cabe destacar que se tratando de doenças fungicas o manejo deve ser inicializado preferencialmente de forma preventiva a ocorrência da doença ou logo após o surgimento dos primeiros sintomas, utilizando sempre que possível combinações de fungicidas e não produtos de forma isolado, dessa forma, contribuindo também para o manejo da resistência de doenças a fungicidas.

Referências:

GODOY, C. V. et al. EFICIÊNCIA DE FUNGICIDAS PARA O CONTROLE DA MANCHA-ALVO, Corynespora cassiicola, NA CULTURA DA SOJA, NA SAFRA 2018/19: RESULTADOS SUMARIZADOS DOS ENSAIOS COOPERATIVOS. Embrapa, Circular Técnica, n. 159, 2019. Disponível em: < https://ainfo.cnptia.embrapa.br/digital/bitstream/item/200094/1/CT149-OL.pdf >, acesso em: 18/03/2021.

GRIGOLLI, J. F. J.; GRIGOLLI, M. M. K. MANEJO DE DOENÇAS NA CULTURA DA SOJA. Fundação MS, Tecnologia e Produção: Soja 2018/2019, 2019. Disponível em: < https://www.fundacaoms.org.br/base/www/fundacaoms.org.br/media/attachments/343/343/5e39829c1e2aa0f618f5ae664b121673b143b8359f2eb_06.-manejo-de-doencas-na-cultura-da-soja.pdf >, acesso em: 18/03/2021.

HENNING, A. A. et al. MANUAL DE IDENTIFICAÇÃO DE DOENÇAS DE SOJA. Embrapa, Documentos, n. 256, 2014. Disponível em: < https://ainfo.cnptia.embrapa.br/digital/bitstream/item/105942/1/Doc256-OL.pdf > acesso em: 18/03/2021.

Por: Equipe Mais Soja.


Compartilhar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *