oxigênio

Injetar oxigênio na corrente sanguínea por via intravenosa

Compartilhar

Cientistas podem ter encontrado uma maneira de injetar oxigênio na corrente sanguínea por via intravenosa.

Tradução: Equipe Agron. Fonte: Science Alert. (pesquisa foi publicada na PNAS). DAVID NIELD1º DE JUNHO DE 2022.

Veja também: Lixo nuclear vira baterias de diamante que duram milhares de anos

Existem muitas doenças e lesões, incluindo o COVID-19 , em que o corpo luta para obter a quantidade de oxigênio necessária para a sobrevivência nos pulmões.

Em casos graves, os pacientes são colocados em um ventilador, mas essas máquinas geralmente são escassas e podem causar problemas próprios, incluindo infecções e lesões nos pulmões.

Os cientistas podem ter encontrado um avanço, e é um que pode afetar significativamente a maneira como os ventiladores são usados.

Além da ventilação mecânica tradicional, há outra técnica chamada Oxigenação por Membrana Extracorpórea (ECMO), em que o sangue é transportado para fora do corpo para que o oxigênio possa ser adicionado e o dióxido de carbono possa ser removido.

Graças a uma nova descoberta, o oxigênio agora pode ser adicionado diretamente, e o sangue do paciente pode ficar onde está. Com uma condição como hipoxemia refratária , que pode ser provocada por estar em um ventilador, ter essa abordagem disponível pode salvar vidas.

“Se for bem-sucedida, a tecnologia descrita pode ajudar a evitar ou diminuir a incidência de lesão pulmonar relacionada ao ventilador por hipoxemia refratária”, escrevem os pesquisadores em seu novo artigo.

A nova técnica funciona canalizando um líquido carregado de oxigênio através de uma série de bicos que ficam cada vez menores. Quando o processo termina, as bolhas são menores que os glóbulos vermelhos – e isso significa que podem ser injetadas diretamente na corrente sanguínea sem bloquear os vasos sanguíneos.

Uma membrana lipídica é usada para revestir as bolhas antes de serem adicionadas ao sangue, o que evita a toxicidade e impede que as bolhas se aglomerem. Depois que a solução é injetada, a membrana se dissolve e o oxigênio é liberado.

Em experimentos com sangue humano doado, os níveis de saturação de oxigênio no sangue podem ser elevados de 15% para mais de 95% em apenas alguns minutos. Em ratos vivos, o processo mostrou aumentar a saturação de 20% para 50%.

“É importante ressaltar que esses dispositivos nos permitem controlar a dosagem de oxigênio fornecida e o volume de fluido administrado, ambos parâmetros críticos no manejo de pacientes críticos”, escrevem os pesquisadores .

Os pesquisadores fazem questão de enfatizar que esta é uma “prova de conceito” por enquanto e ainda precisa ser testada em pessoas. No entanto, eles parecem ter encontrado uma fórmula potencialmente eficaz com o tamanho das bolhas e o revestimento utilizado.

Colocar oxigênio no corpo dessa forma é um ato de equilíbrio difícil, porque as complicações podem ocorrer rapidamente se muito ou pouco for adicionado, ou for adicionado de maneira errada. Os pesquisadores agora querem testar sua tecnologia em animais maiores antes de passar para testes em humanos.

Embora não seja capaz de substituir completamente os ventiladores ou o suporte de vida da ECMO em sua forma atual, espera-se que o novo dispositivo possa preparar melhor o corpo para ser colocado nessas máquinas ou manter os pulmões funcionando até que um ventilador esteja disponível.

“Vale a pena mencionar que nosso dispositivo pode ser potencialmente integrado aos ventiladores existentes, permitindo uma integração perfeita nos fluxos de trabalho clínicos existentes”, escrevem os pesquisadores .

Tradução: Equipe Agron. Fonte: Science Alert. (pesquisa foi publicada na PNAS). DAVID NIELD. Imagem principal: Depositphotos.

*Se o artigo ou imagem foi publicado com base no conteúdo de outro site, e se houver algum problema em relação ao conteúdo ou imagem, direitos autorais por exemplo, por favor, deixe um comentário abaixo do artigo. Tentaremos resolver o mais rápido possível para proteger os direitos do autor. Muito obrigado!

*Queremos apenas que os leitores acessem informações de forma mais rápida e fácil com outros conteúdos multilíngues, em vez de informações disponíveis apenas em um determinado idioma.

*Sempre respeitamos os direitos autorais do conteúdo do autor e sempre incluímos o link original do artigo fonte. Caso o autor discorde, basta deixar o relato abaixo do artigo, o artigo e a imagem será editado ou apagado a pedido do autor. Muito obrigado! Atenciosamente!

*If the article or image was published based on content from another site, and if there are any issues regarding the content or image, the copyright for example, please leave a comment below the article. We will try to resolve it as soon as possible to protect the copyright. Thank you very much!

*We just want readers to access information more quickly and easily with other multilingual content, instead of information only available in a certain language.

*We always respect the copyright of the content and image of the author and always include the original link of the source article. If the author disagrees, just leave the report below the article, the article and the image will be edited or deleted at the request of the author. Thanks very much! Best regards!


Compartilhar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

%d blogueiros gostam disto: