Escola de Confinamento da Assocon em Goiânia

Compartilhar

GOIÂNIA

– Data: 28 de Fevereiro de 2014
– Local: SGPA, Rua 250, Parque Exposição Agropecuária Dr. Pedro Ludovico Teixeira, Setor Nova
– Horário: 8h as 17h

Treinamento direcionado aos colaboradores de confinamentos associados e de propriedades rurais em geral sobre temas e assuntos técnicos relacionados aos sistema de produção de gado de corte.

 

OBJETIVOS:

– capacitação de colaboradores de propriedades rurais de pecuária de corte.
– valorização da mão-de-obra rural.
– fomento do uso racional do sistema de terminação em confinamento.

 

PÚBLICO:

– Peões
– Capatazes
– Tratoristas
– Tratadores de gado
– Gerentes / Encarregados e Líderes

 

HISTÓRICO DO TREINAMENTO:

– 593 pessoas treinadas
– 15 edições realizadas
– 11 municípios visitados: Rio Verde (2010 /2011) – Barra do Garças (2010/2012) – Campo Grande (2010/2013) – Rondonópolis (2011) – Araçatuba (2011) – Uberaba (2011) – Goiânia (2012/2013) – Três Lagoas (2012) – Paraíso do TO (2012) – Água Boa (2013) – Barretos (2013)

 

PROGRAMAÇÃO:

Goiânia

Ciclo de Palestras da Escola de Confinamento:
08h00 – 08h30: Abertura oficial
08h30 – 09h30: Perspectivas para o mercado do boi gordo em 2014
09h30 – 10h00: Intervalo
10h00 – 11h00: Seleção de animais para o confinamento
11h00 – 12h00: Planejamento nutricional do confinamento
12h00 – 13h00: Almoço
13h00 – 14h00: Avaliação dos resultados do confinamento
14h00 – 15h00: Principais ocorrências sanitárias no confinamento
15h00 – 16h00: Intervalo
16h00 – 17h00: Como usar o pasto para a produção de bezerros e garrotes de qualidade?

Água Boa, Campo Novo do Parecis, Ji – Paraná, Redenção

• 1º DIA
– nutrição animal: fisiologia animal, tipos e características dos alimentos, mistura (equipamentos), manejo nutricional e indicadores de eficiência.
– produção a pasto: características das forrageiras e do consumo pelo bovino, manejo da pastagem e planejamento forrageiro.

• 2º DIA
– sanidade animal: manejo sanitário na cria, recria e engorda (pasto e confinamento), avaliação da condição sanitária do rebanho e o uso de indicadores para avaliação do bem-estar dos animais (4h).
– tecnologias e técnicas de produção: sistemas de produção, aditivos e produção de animais de qualidade.

• 3º DIA
– manejo racional: bem estar animal, comportamento dos bovinos de corte e praticas de manejo.
– controle de dados e gestão da propriedade: a importância da coleta de dados, registro e interpretação das informações coletadas.

• Visita Fazenda / Confinamento
avaliação dos animais (condição corporal), análise de solos, produção de MS (método do quadrado) e visita confinamento.

OBS: programação sujeita a alterações.

 

Mais informações em: http://www.assocon.com.br/escola-de-confinamento/

 

Fonte: Assocon


Compartilhar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *