Você conhece a galinha de carne preta?

Compartilhar

Apesar da rejeição, ave é considerada “superalimento” por nutricionistas.

As galinhas pretas são usadas na Medicina chinesa há mais de mil anos. Recentemente, a ave foi incorporada a pratos exóticos de restaurantes badalados dos Estados Unidos, mas ainda não caiu no gosto popular.

Um mercado chocou seus clientes ao vender a galinha preta assada, pronta para ser consumida. “Acho que a cor dela não agrada os consumidores”, explicou uma vendedora.

Apesar da rejeição, a ave foi considerada como “superalimento” por nutricionistas norte-americanos. Além de antioxidante, a carne de galinha preta é rica em carnosina, que reduz a fadiga muscular.

As Silkies

As Silkies são belas aves cobertas de plumagem macia como a seda, mas por baixo de toda esta beleza elas são bem menos atraentes. Sua pele tem uma cor escura e azulada, a carne é bege escuro, os ossos e alguns órgãos internos são escuros como breu. Embora no mundo ocidental as “galinhas pretas” sejam vendidas principalmente para fins ornamentais, em países como a China são consideradas uma verdadeira iguaria. Estes frangos têm sido valorizados pelo seu valor medicinal desde o século sétimo ou oitavo. As mulheres chinesas os consomem depois de ter dado à luz, para receberem uma dose de energia, mas também dizem ter um efeito positivo no sangue, pulmões e estômago. A carne de Silkie raramente é assada, e para tirar o máximo proveito de suas propriedades curativas, os chineses usam-na principalmente para fazer um caldo de cor âmbar atados com ginseng, goji seca e jujuba.

De acordo com um estudo genético publicado em 2011, a característica única de galinhas Silkie é conhecida como  fibromelanosis, causada por uma mutação genética rara caracterizada como “complexo de um rearranjo que leva ao aumento da expressão de endotelina 3, um gene que é conhecido por promover o crescimento de células de pigmentos”. A enorme expansão de células de pigmento, não só faz com que a pele e os ossos fiquem pretos, mas também faz com que os órgãos internos sejam escuros. Outro aspecto interessante destas galinhas é o seu elevado teor de carnosina, um péptido de ocorrência natural que é vendido como um suplemento dietético que algumas pessoas usam para aumentar a massa muscular, aliviam os efeitos do envelhecimento e aliviam doenças como a diabetes ou autismo. Estudos têm demonstrado que a galinha preta é uma das fontes mais ricas de carnosina.

 

Agora, se você está se perguntando qual o gosto desta carne, a maioria das pessoas dizem que não é diferente do sabor do frango tradicional, apesar de alguns afirmarem que é um pouco mais doce. E então, você toparia conhecer o lado negro da culinária e degustar uma porção de carne escura de um Silkie?

Fontes: Globo Rural / Ahduvido / Rotorama


Compartilhar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *