Suínos: Vivo e carne registram maior valor desde final de 2008

Compartilhar

 

Em agosto, os preços do vivo e também os da carne em São Paulo alcançaram os maiores patamares desde o final de 2008, segundo dados do Cepea. Entre 30 de julho e 31 de agosto, as maiores altas do vivo foram observadas nas regiões de Erechim (20%), Rondonópolis (19%) e de Chapecó (18%). Em São Paulo e em Belo Horizonte, o aumento foi de 12% e 8%, respectivamente.

 

Mesmo com a alta nos preços, o produtor precisa se manter atento aos custos de produção, visto que os valores dos insumos também aumentaram no período. Em algumas regiões, conforme dados do Cepea, as altas foram até maiores que as do suíno vivo. No acumulado de agosto, o milho valorizou 18% em Cascavel, 13% em Chapecó e 14% em Campinas (SP). No mesmo período, a cotação do farelo de soja subiu 7,5% no oeste do Paraná, 9,5% em Chapecó e 2,3% em Campinas.

 

 

Fonte: Cepea


Compartilhar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *