Pecuária de corte: Primeiro teste nacional do Chip do Boi

Compartilhar

Chip do Boi I

Durante solenidade do primeiro teste brasileiro do Chip do Boi em rebanho de corte, no dia 06./04/2010, o presidente da estatal Ceitec S.A (Centro Nacional em Tecnologia Avançada), Eduard Rudolf Weichselbaumer, falou maravilhas do produto, testou seu funcionamento em animais, mas não conseguiu responder todas as perguntas. Apesar de afirmar que o chip estará à disposição do pecuarista brasileiro a partir de julho deste ano, não soube dizer como será a comercialização e a distribuição do primeiro semicondutor brasileiro para o agronegócio. A empresa é vinculada ao Ministério da Ciência e Tecnologia e desenvolveu o chip através da tecnologia de identificação eletrônica por rádio freqüência.

 

Chip do Boi II

 Quem estava feliz da vida era o pecuarista Alexandre Scaff Raffi. E não é pra menos: a apresentação nacional do Chip do Boi na pecuária de corte aconteceu em sua propriedade – Fazenda Boa Esperança – em Anastácio (175 km de Campo Grande), no Mato Grosso do Sul. Parte de seu rebanho de 3.000 cabeças e da ampla estrutura de suas terras – 3.300 hectares – estão e continuarão sendo mostradas em mídia nacional durante as próximas semanas.

 

Chip do Boi III

Além de integrar a diretoria da Associação Sul-Mato-Grossense dos Produtores de Novilho Precoce – entidade parceira do lançamento -, Raffi faz parte da moderna e tecnificada nova geração de pecuaristas brasileiros. Depois de adquirir experiência e tino para o negócio com a família, ele mergulhou nos estudos. Além de médico veterinário, o sul-mato-grossense é mestre em Produção e Gestão Agroindustrial. Está explicado, em parte, de onde vem sua visão estratégica em atrair um evento nacional para sua casa.

 

 

Fonte: Ariosto Mesquita


Compartilhar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

%d blogueiros gostam disto: