Exportação de soja e milho diretamente para a China

Compartilhar

Syngenta passa a exportar soja e milho de seus clientes diretamente para a China.

Negociações serão feitas pela plataforma Nutrade, e devem começar ao final desta safra.

A Syngenta anunciou, nesta quarta-feira (24), que passará a exportar soja e milho de seus clientes diretamente para a China. As negociações, declara a empresa, serão feitas pela plataforma Nutrade, que apresenta histórico de vendas com café e algodão.

De acordo com a Syngenta, a exportação será feita somente com os grãos negociados por meio da modalidade barter, ou seja, as commodities utilizadas como pagamento pelas tecnologias ofertadas pela empresa. Para a operacão, a Syngenta estabeleceu acordos estratégicos de fornecimento com a chinesa Sinograin.

“Nossa expectativa é embarcar os primeiros volumes de soja para a China neste modelo já no final desta safra”, explica Matthias Koenig, diretor de Negócios da Nutrade. “Isso não significa que a Syngenta está entrando como novo player no mercado de trading. Nos vemos como um trader ‘boutique’, capaz de customizar soluções de uma forma diferente de tudo o que existe atualmente. Portanto, continuaremos apostando em nossas parcerias com as empresas do segmento, sempre em busca de novos modelos operacionais para beneficiar os clientes e aumentar sua lucratividade”, completa.

FONTE: DATAGRO.


Compartilhar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

%d blogueiros gostam disto: