Carne bovina fica até 46% mais cara em um ano

Compartilhar

Com queda da oferta, carne bovina fica até 46% mais cara em um ano.

A redução da oferta pressionou a inflação da carne bovina no varejo. Pesquisa do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), divulgada ontem, mostra que foram abatidos 3,39 milhões de bovinos em Mato Grosso do Sul durante o ano passado, 13,5% a menos que os 3,93 milhões  de animais destinados à indústria frigorífica em 2014. O estoque menor impulsionou a alta do alimento, que, em Campo Grande, chegou a 46,23%, quatro vezes acima da inflação acumulada em 2015, de 11,41%, segundo números do Núcleo de Pesquisas Econômicas (Nepes), da Uniderp.

De acordo com a Pesquisa Trimestral de Abate de Animais, Produção de Leite, Couro e Ovos, do IBGE, os abates de bovinos também apresentaram redução no comparação entre o último trimestre de 2015 (841.618 abates) e igual período do ano anterior (986.381). A variação, neste caso, é de -14,67%. (Daniella Arruda).

Fonte: Correio do Estado. Autor: Osvaldo Júnior.


Compartilhar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

error: Conteúdo protegido!
%d blogueiros gostam disto: