Hackers expõem dados de servidores federais dos EUA

Compartilhar

Hackers expõem dados de 4 milhões de servidores federais dos EUA. O FBI está investigando o caso, mas as autoridades americanas suspeitam que o ciberataque partiu de hackers da China.

A agência do governo dos Estados Unidos que coleta informações pessoais sobre funcionários públicos federais disse nesta quinta-feira que uma falha de segurança eletrônica permitiu o vazamento dos dados de cerca de 4 milhões de trabalhadores atuais ou que já deixaram o serviço público. As autoridades americanas suspeitam que o ciberataque partiu de hackers da China, informou a imprensa americana. O FBI está investigando o ocorrido.

O Escritório de Gestão de Pessoal (OPM, em inglês) detectou que atividades maliciosas vinham afetando os sistemas de informação em abril. No início de maio, o Departamento de Segurança Interna (DSI) concluiu que os dados da agência haviam sido comprometidos. A falha abrangeu bancos de dados do OPM e do Departamento do Interior, que funciona como o centro de serviços compartilhado por agências federais.

O OPM já havia sido vítima de um ataque cibernético anterior. Hackers provenientes da China e Rússia são suspeitos de terem promovido uma série de invasões aos bancos de dados de órgãos do governo americano nos últimos meses, incluindo o Departamento de Estado, o Serviço Postal e a Casa Branca. No ano passado, um ataque cometido por criminosos norte-coreanos contra os estúdios da Sony Pictures provocou o vazamento de milhares de documentos sigilosos.

Segundo um comunicado emitido pelo OPM, as 4 milhões de pessoas afetadas pela brecha de segurança serão notificadas e contarão com um serviço de monitoramento de crédito e proteção ao roubo de identidade.

Fonte: Veja Online com agência Reuters.


Compartilhar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *