SIILHalal acaba de receber a acreditação SASO

Compartilhar

Depois de ser acreditada pela GAC e registrada pela SFDA, a SIILHalal, certificadora Halal Brasil, encerra o ano de 2020 anunciando mais uma acreditação ampliando seu leque de serviços

 

Chapecó (SC), 11 de dezembro de 2020 – A SIILHalal, empresa especializada em certificação Halal Brasil, alinhada a seus ideais de excelência e qualidade, acaba de receber a acreditação da SASO – Saudi Standards Metrology and Quality Organization.

 

A SASO é um órgão técnico Saudita de certificação desempenhando um papel de destaque regional e internacional, contribuindo e participando na adesão de comissões e organizações relacionadas à normalização e qualidade para os processos de importação e exportação de mercadorias para a Arábia Saudita.

 

De acordo com o CEO da SIILHalal, Chaiboun Darwiche, este anúncio abre um leque de oportunidades para as indústrias brasileiras. “Dentre os produtos mais vendidos para os saudistas da pauta exportadora brasileira estão: carne de frango (in natura), açúcar de cana (bruto), carne bovina (in natura), soja (grão e farelo), milho, açúcar refinado e café (solúvel e verde)”, informa Chaiboun.

 

Com esta acreditação recém conquistada, continua o CEO, “a SIILHalal passa a certificar abate em geral de bovinos e aves nas apresentações in natura, processados, industrializados, entre outros produtos para a Arábia Saudita”, destaca Chaiboun.

 

Dados do Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços (Brasília/DF), a Arábia Saudita ocupa a 28ª posição no ranking de compradores dos produtos do agro nacional e encerrando sua participação no período de janeiro a novembro de 2019 com a receita de US$ 252 milhões.

 

Sobre a Siil Halal: Fundada em 1º de abril de 2008, a Siil Halal é uma empresa especializada em Serviço de Inspeção Islâmica que atua como Certificadora Halal. O trabalho inicia desde o projeto da linha de produção até a embalagem de produtos permitidos para consumo islâmico, assim como na fiscalização dentro das normas e regras ditadas pelo Alcorão Sagrado e pela Jurisprudência Islâmica.


Compartilhar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

%d blogueiros gostam disto: