Anormalidades nos ovos geram perdas econômica

Compartilhar

Trincas, manchas e pequenos fragmentos são anormalidades nas cascas dos ovos que geram perdas econômicas significativas. Segundo dados da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (EMPRABA), cerca de 12% do total de ovos produzidos não são comercializados por apresentarem problemas.

“A má qualidade da casca pode ser causada por diversos fatores como genética, nutrição inadequada, manejo, idade das aves e doenças”, explica Jorge Chacón, gerente de  Serviços Veterinários da Ceva.

Entre os fatores nutricionais, o excesso ou a falta de cálcio e fósforo são as principais causas de problemas. Além disso, rações com desequilíbrio de componentes como o Magnésio, Zinco, Manganês e Selênio podem influenciar na qualidade dos ovos. “Usar ingredientes de qualidade e analisar cuidadosamente cada item antes de formular a ração é a melhor forma de prevenir esse tipo de problema. Além disso, é preciso cuidar da correta distribuição do alimento”, agrega Fernando Resende, coordenador de Serviços Veterinários da Ceva.

Problemas no manejo, como aves criadas em ambientes pequenos e o estresse calórico também influenciam na qualidade. Investir em soluções que visam ao bem-estar dos animais, como a climatização do ambiente e espaços amplos são medidas que auxiliam na garantia da qualidade da produção.

A genética também é um fator de influência. Certas linhagens de galinhas produzem ovos com mais trincas e deformidades do que outras. Além disso, quanto mais velha a ave, de forma geral, pior a qualidade da casca.

Doenças

As deformidades nas cascas dos ovos também podem estar relacionadas a uma série de doenças, como a bronquite infecciosa, síndrome de queda de postura (EDS) e Newcastle. “Para prevenir essas enfermidades, é preciso investir em processos que garantam a sanidade das aves, como a aplicação de boas e adequadas vacinas, medidas de biosseguridade e ambiência”, afirma Chacón.

Consumo

De forma geral, uma casca mais porosa, rugosa ou simplesmente mais frágil tem maior facilidade de contaminação do ovo do que aquele que tem uma casca íntegra e resistente. As deformidades encontradas nos ovos costumam não influenciar na qualidade, porém impossibilitam a comercialização do produto na forma íntegra, sendo possível apenas a venda em forma líquida.

 


Compartilhar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *