F1: Alonso é o mais bem pago em 2015

Compartilhar

F1: Alonso é o mais bem pago em 2015. Saiba quanto ganham os pilotos.

Com salário anual de 35 milhões de euros, piloto espanhol é seguido por Vettel e Hamilton. Felipe Massa é o 7º da lista.

Apesar dos resultados decepcionantes neste início de temporada (ainda não pontuou), o espanhol Fernando Alonso, da McLaren, é o piloto mais bem pago da Fórmula 1 em 2015, segundo revelou o jornal espanhol Mundo Deportivo nesta terça-feira, com base no ranking anual elaborado pela revista britânica Business Book. Em seu retorno à escuderia inglesa, Alonso fechou contrato de 35 milhões de euros (121,3 milhões de reais) anuais. O segundo da lista é o tetracampeão mundial Sebastian Vettel, que passou a embolsar 28 milhões de euros (97,1 milhões de reais) da Ferrari.

O atual campeão e líder da temporada, Lewis Hamilton, recebe da Mercedes um salário de 25 milhões de euros anuais. Porém, o piloto inglês assumirá a liderança do ranking no ano que vem, já que renovou contrato por três anos por cerca de 56 milhões de euros por temporada. Os brasileiros na categoria aparecem bem abaixo, mas ainda com salários invejáveis: Felipe Massa, da Williams, está na sétima posição, com 4 milhões de euros por ano (equivalente a 1,1 milhões e reais mensais), e o estreante Felipe Nasr, da Sauber, recebe 200.000 euros anuais (equivalente a 58.300 reais mensais).

Salário anual dos pilotos de F1 em 2015:

Fernando Alonso (McLaren);

35 milhões de euros (121,3 milhões de reais).

Sebastian Vettel (Ferrari);

28 milhões de euros (97,1 milhões de reais).

Lewis Hamilton (McLaren);

25 milhões de euros (86,7 milhões de reais).

Kimi Raikkonen (Ferrari);

18 milhões de euros (62,4 milhões de reais).

Nico Rosberg (Mercedes);

13,5 milhões de euros (46,8 milhões de reais).

Jenson Button (McLaren);

10 milhões de euros (34,6 milhões de reais).

Felipe Massa (Williams);

4 milhões de euros (13,8 milhões de reais).

Nico Hulkenberg (Force India);

4 milhões de euros (13,8 milhões de reais).

Sergio Perez (Force India);

4 milhões de euros (13,8 milhões de reais).

Romain Grosjean (Lotus);

4 milhões de euros (13,8 milhões de reais).

Pastor Maldonado (Lotus);

4 milhões de euros (13,8 milhões de reais).

Valtteri Bottas (Williams);

2 milhões de euros (7 milhões de reais).

Daniel Ricciardo (RBR);

1,5 milhão de euros (5,2 milhões de reais).

Daniil Kvyat (RBR);

750.000 euros (2,6 milhões de reais).

Max Verstappen (STR);

250.000 euros (866.000 reais).

Carlos Sainz Jr (STR);

250.000 euros (866.000 reais).

Felipe Nasr (Sauber);

200.000 euros (700.000 reais).

Marcus Ericsson (Sauber);

200.000 euros (700.000 reais).

Will Stevens (Manor);

150.000 euros (530.000 reais).

Roberto Merhi (Manor);

50.000 euros (173.000 reais).

Fonte: Veja Online.


Compartilhar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

error: Conteúdo protegido!
%d blogueiros gostam disto: