Saúde do RS orienta sobre leite contaminado

Compartilhar

Intoxicação pode ocorrer por inalação, ingestão e contato com pele e olhos. Quem apresentar sintomas deve procurar um médico e guardar o produto.

 

O Centro Estadual de Vigilância em Saúde, da Secretaria da Saúde do Rio Grande do Sul, divulgou na tarde desta quarta-feira (8) uma nota técnica sobre a possível fraude no leite, investigada pelo Ministério Público na Operação Leite Compensado. O texto contém orientações sobre a intoxicação por formaldeído, substância encontrada nos lotes não recomendados para consumo.

Segundo o CEVS, a intoxicação por formaldeído por ocorrer por inalação, ingestão e contato com pele e olhos. O órgão orienta quem apresentar os sintomas a procurar atendimento médico, contatar a Vigilância em Saúde do município onde mora ou ligar para o Disque-Vigilância do CEVS pelo telefone 150, e manter o produto na embalagem original na geladeira. Quem tiver embalagens fechadas dos produtos dos lotes não recomendados para consumo deve guarda-los e comunicar Ministério Público pelo e-mail consumidor@mp.rs.gov.br.

Inalar o produto pode causar dor de cabeça, tosse, falta de ar, vertigem, dificuldade para respirar e edema pulmonar, além de irritação nos olhos, nariz, mucosas e trato respiratório superior. Em altas concentrações, pode provocar bronquite, pneumonia ou laringite.

Já quem ingerir formaldeído pode ter dor na boca e faringe, dores abdominais com náuseas, vômito e perda de consciência. Ainda pode ocorrer proteinúria (perda de proteína), acidose (diminuição do pH), hematemesis (vômito de sangue), hematúria (sangue na urina), anúria (diminuição na urina), vertigem, coma e morte por parada respiratória.

Contato com o vapor ou com o próprio formaldeído pode deixar a pele esbranquiçada e áspera e causar sensações de anestesia e necrose. Em longos períodos, os sintomas são dermatite e hipersensibilidade, ressecamento e ulcerações. Já o contato com os olhos pode causar conjuntivite.

 

Fonte: G1 RS


Compartilhar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *