Calma Remix de Pedro Capó com Farruko

Compartilhar

Letra da música Calma Remix de Pedro Capó e participação de Farruko.

 

Calma

Cuatro abrazos y un café

Apenas me desperté

Y al mirarte recordé

Que ya todo lo encontré

 

Tu mano en mi mano

De todo escapamos

Juntos, ver el sol caer

 

Vamos pa’ la playa, pa’ curarte el alma

Cierra la pantalla, abre la Medalla

Todo el mar Caribe viendo tu cintura

Tú le coqueteas, tú eres buscabullas y me gusta

 

Lento y contento

Cara al viento

Lento y contento

Cara al viento

 

Pa’ sentir la arena en los pies

Pa’ que el sol nos pinte la piel

Pa’ jugar como niños, darnos cariño

Como la primera vez que te miré

Yo supe que estaría a tus pies

Desde que se tocaron

 

Tu mano y mi mano

De todo escapamos

Juntos ver el sol caer

 

Vamos pa’ la playa, pa’ curarte el alma

Cierra la pantalla, abre la Medalla

Todo el mar Caribe viendo tu cintura

Tú le coqueteas, tú eres buscabullas

 

Vamos pa’ la playa, pa’ curarte el alma

Cierra la pantalla, abre la Medalla

Todo el mar Caribe viendo tu cintura

Tú le coqueteas, tú eres buscabullas y me gusta

 

Lento y contento

Cara al viento

Lento y contento

Cara al viento

 

Calma, mi vida, con calma

Que nada hace falta

Si estamos juntitos andando

 

Calma, mi vida, con calma

Que nada hace falta

Si estamos juntitos bailando

 

Calma, mi vida, con calma

Que nada hace falta

Si estamos juntitos andando

 

Calma, mi vida, con calma

Que nada hace falta

Si estamos juntitos bailando

 


 

Calma

Quatro abraços e um café

Acabei de acordar

E, olhando para você, eu me lembrei

Que já encontrei tudo

 

Sua mão na minha mão

Escapamos de tudo

Juntos, ver o Sol se pôr

 

Vamos para a praia, para curar sua alma

Desliga o celular, abra a cerveja

Todo o mar do Caribe vendo sua cintura

Você o provoca, você é encrenqueira e eu gosto

 

Devagar e feliz

Com a cara ao vento

Devagar e feliz

Com a cara ao vento

 

Pra sentir a areia nos pés

Para o Sol pintar nossa pele

Para brincar como crianças, nos dar carinho

Como na primeira vez que olhei para você

E eu soube que estaria a seus pés

Desde que eles tocaram

 

Sua mão na minha mão

Escapamos de tudo

Juntos, ver o Sol se pôr

 

Vamos para a praia, para curar sua alma

Desliga o celular, abra a cerveja

Todo o mar do Caribe vendo sua cintura

Você o provoca, você é encrenqueira

 

Vamos para a praia, para curar sua alma

Desliga o celular, abra a cerveja

Todo o mar do Caribe vendo sua cintura

Você o provoca, você é encrenqueira e eu gosto

 

Devagar e feliz

Com a cara ao vento

Devagar e feliz

Com a cara ao vento

 

Calma, meu bem, vamos com calma

Não é preciso mais nada

Se estamos andando juntinhos

 

Calma, meu bem, vamos com calma

Não é preciso mais nada

Se estamos dançando juntinhos

 

Calma, meu bem, vamos com calma

Não é preciso mais nada

Se estamos andando juntinhos

 

Calma, meu bem, vamos com calma

Não é preciso mais nada

Se estamos dançando juntinhos


Compartilhar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *