Dúvidas sobre a ferrugem asiática no Brasil

Dúvidas sobre a ferrugem asiática no Brasil

Compartilhar

Tirando dúvida sobre o conhecimento da ferrugem asiática da soja, no Brasil.

Agron Home

Forma simples de controlar plantas daninhas na soja

Em 1979, Deslandes, descreveu, em Lavras, Minas Gerais, a ocorrência de uma ferrugem em soja à qual denominou de “ferrugem parda”, por ser diferente das demais ferrugens. Detectou sintomas/sinais em outras leguminosas, como soja perene, feijão de lima, labelabe, feijão-fava, feijoeiro comum, caupi e desmodium. Esperava-se nas safras seguintes o desenvolvimento de epidemias, porém isso não ocorreu. O autor, embora sem efetuar estudos específicos visando à determinação do agente causal, como, por exemplo, a estrutura das télias e, principalmente, por análise molecular, classificou o agente causal como Phakopsora pachyrhizi.

Mais tarde, Carvalho & Figueiredo (2000) procederam a um estudo detalhado sobre a etiologia da ferrugem da soja, tendo concluído que hoje ocorrem no Brasil tanto P. meibomiae como P. pachyrhizi e que o relato de Deslandes (1979) referia-se a P. meibomiae.

O trabalho mais recente realizado por Souza et al., (2007) em Minas Gerais, para identificar o agente causal da ferrugem da soja e sua distribuição, no estado com o auxílio de técnicas moleculares, constatou que em 86 amostras de diferentes municípios P. pachyrhizi, foi a espécie presente em todas as amostras, o que indica que essa espécie se encontra amplamente distribuída no estado.

Conclusão:

Pelas referências bibliográfica consultadas, a ferrugem asiática no Brasil tem como agente causal o fungo Phakopsora pachyrhizi, Sydow & Sydow.

Esta é mais uma contribuição científica do Instituto AGRIS em prol da ciência.

Referências:

DESLANDES, J.A. Ferrugem da soja e de outras leguminosas causada por Phakopsora pachyrhizi no estado de Minas Gerais. Fitopatologia brasileira 4:337-339. 1979.

CARVALHO, A. A.; FIGUEIREDO, M. B. A verdadeira identidade da ferrugem da soja no Brasil. Summa Phytopathologica, Botucatu, v. 26, p. 197-200. 2000.

Sousa, P.F.C.; Alves, E.; Castro, H.A.; Souza, P.E.; Almeida, A.M.R.; Hochenbach, S.R. Distribuição e identificação de Phakopsora pachyrhizi, agente causal da ferrugem da soja no estado de Minas Gerais. Ciência Agrotécnica, Lavras, v. 31, n. 3, p. 672-677, maio/jun., 2007.

Autor: Erlei Melo Reis, Andrea Camargo Reis, Mateus Zanatta Instituto Agris – Passo Fundo, RS.

Fonte: Equipe Mais Soja. Imagem principal: Depositphotos/Dewater (Jianbing Li).


Compartilhar

2 thoughts on “Dúvidas sobre a ferrugem asiática no Brasil

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *