Os 10 países mais prósperos do mundo

Compartilhar

Todo ano, o Instituto Legatum, um think tank baseado em Londres, divulga seu Índice da Prosperidade, um ranking que classifica 142 países pelo seu nível de prosperidade e desenvolvimento. A lista leva em conta 89 variáveis diferentes, como segurança, serviços de saúde pública e educação, liberdade pessoal, governança e economia. No índice de 2016, em que os primeiros países da lista foram considerados os mais prósperos, o Brasil ficou com a 54ª posição. Algumas das melhores notas brasileiras foram em relação à liberdade pessoal e sua economia. Confira a seguir os 10 países mais prósperos, desenvolvidos e onde as pessoas vivem melhor, segundo o Instituto Legatum.

Os 10 países mais prósperos do mundo:

Noruega

A Noruega ficou com o primeiro lugar no Índice. Seu melhor desempenho, de acordo com o Instituto Legatum está relacionado ao capital social atribuído ao país, ou seja, os fatores que promovem confiança e reciprocidade na economia. Também segundo as pesquisas realizadas pelo Instituto, 90.1% dos cidadãos noruegueses ouvidos acreditam que sua nação seja um ótimo lugar para imigrantes viverem.

Suíça

Com os melhores resultados relacionados à governança, o país ficou com o segundo lugar na lista. Seu pior desempenho foi na área de serviços públicos de educação, em que ficou com o 18º lugar do ranking.

Dinamarca

De acordo com o Índice de prosperidade, a Dinamarca tem ótimos resultados em empreendedorismo e boas oportunidades para novos administradores abrirem seus negócios. Os dinamarqueses também são pessoas solidárias e prestativas. Segundo a pesquisa, 96% dos cidadãos consultados afirmaram que podem contar com seus colegas em períodos de necessidade.

Nova Zelândia

Com o melhor desempenho no ranking que calcula o capital social nacional, a Nova Zelândia ficou com o quarto lugar do Índice geral. Segundo a pesquisa, 89.7% dos cidadãos ouvidos acreditam que sua nação seja um ótimo lugar para imigrantes viverem.

Suécia

Com bons resultados em governança e empreendedorismo, as pesquisas realizadas pelo Instituto Legatum no país indicam que 90.6% dos cidadãos acreditam na confiabilidade das eleições.

Canadá

O Canadá tem o melhor resultado do Índice quando se trata de liberdade pessoal. De acordo com a pesquisa realizada pelo Instituto Legatum, 53.2% dos cidadãos do país pensam que esse é um momento propício para arrumar um trabalho.

Austrália

Com o melhor resultado no Índice em serviços públicos de educação, são aproximadamente 15.8 alunos para cada professor no país. De acordo com as pesquisas realizadas pelo Instituto Legatum, 88.4% dos cidadãos acreditam que sua nação seja um ótimo lugar para imigrantes.

Holanda

A Holanda se destaca por seus serviços de educação e saúde pública. Mais de 90% dos holandeses ouvidos nas pesquisas do Instituto Legatum afirmam confiar em seus colegas para ajuda-los em momentos de necessidade.

Finlândia

Com ótimos resultados em segurança nacional, a Finlândia ficou com o nono lugar geral do Índice de Prosperidade. O pior desempenho do país é em relação a sua economia, que ficou em 33º lugar entre todo o mundo.

Irlanda

De acordo com o Instituto Legatum, a Irlanda tem ótimos resultados quando se trata de segurança e liberdade pessoal de seus cidadãos. Contudo, sua economia, que ficou com o 18º lugar no ranking de todos os países, prejudicou sua colocação geral.

(Link da matéria original)

Fonte: Veja Online.


Compartilhar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

error: Conteúdo protegido!
%d blogueiros gostam disto: