Drones desencorajando criminalidade em áreas rurais

Drones desencorajando criminalidade em áreas rurais

Compartilhar

Segurança patrimonial veem ganhando relevância a cada ano, garantindo proteção de diversos segmentos, isso inclui o agronegócio. A tecnologia é um meio de elevar a segurança por meio de diferentes ferramentas, inclusive os drones.

As áreas rurais são alvos de furtos, roubos e invasões que causam relevantes prejuízos e, até mesmo, risco à integridade física de produtores, suas famílias e funcionários.

Algumas ocorrências não são devidamente registradas e acabam se perdendo nas bases de dados de instituições de segurança pública, sem que tenham estatísticas ou números confiáveis sobre a criminalidade no agronegócio.

Já é possível lançar mão de tecnologias avançadas que permitem um monitoramento completo e integrado da propriedade, da produção, de equipamentos e também de informações sigilosas sobre as operações.

Para ajudar nas atividades de rondas preventivas, ou mesmo para impedir invasões ou ações de criminosos, fazendeiros e produtores podem aliar a inteligência em terra ao uso de drones nestas funções.

Esses equipamentos são uma ferramenta que vem ganhando espaço e o crescimento de seu uso está associado a fatores como rapidez, informações precisas e em tempo real e poder de cobertura de grandes áreas.

O patrulhamento se torna mais eficiente, com redução de equipes que precisam se deslocar com menor frequência por conta de possíveis erros de sistemas de suporte. Com os drones, é possível filmar e fotografar o território inclusive à noite, por meio de câmeras com infravermelho e integrar as patrulhas com os demais sistemas de segurança existentes na empresa.

Os drones podem ser usados para monitorar e observar a saúde de áreas plantadas, vigiar silos de grãos, preservar cabeças de gado, manter a integridade perimetral das terras e outras, além de rondas preventivas, que podem ser feitas inclusive com câmeras térmicas.

Agron Home

Veja também: Besouros coprófagos mais conhecidos como rola-bosta

—SIGA NAS REDES SOCIAIS —

Instagram: https://www.instagram.com/portalagron
Facebook: https://www.facebook.com/PortalAgron
Youtube: https://www.youtube.com/portalagron
Twitter: https://twitter.com/agrotwit
Grupo Telegram Agron pecuária: https://t.me/portalagron_pecuaria
Grupo Telegram Agricultura: https://t.me/portalagron_agricultura
Canal Telegram: https://t.me/portalagron
Site: https://www.agron.com.br
https://linktr.ee/Portalagron

Fonte: Canal Rural / Adaptado por Equipe Agron.


Compartilhar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *