Charge viraliza nas redes e gera debate sobre a indústria leiteira

Compartilhar

A arte de autor desconhecido ilustra a inversão de papéis entre animais e humanos

A charge de autor desconhecido, que viralizou nas redes sociais em diversas contas, levanta discussão sobre o desmame de bezerros das vacas leiteiras. O debate nas redes movimentou a cena vegana que concorda fortemente com a ilustração.

Porém, na pecuária de corte praticada no Brasil, os bezerros são desmamados com aproximadamente 7 meses, e nessa idade eles já foram desmamados naturalmente.

Ou seja, a charge perde seu sentido. Uma vaca zebu produz cada vez menos leite a partir dos 3 meses de lactação, e por volta dos 6 meses, a vaca já não produz leite suficiente e, assim, o bezerro passa por um desmame natural.

Dessa forma, o argumento do desmame perde sua força e com isso se criam novos debates como a violência no processo de separação das vacas e seus bezerros.

Na produção de alimentos os animais são bem tratados e cuidados. Quando os animais são violentados o produto perde a qualidade, ou seja, não produzem alimentos, o que gera menos renda e diminuição de empregos.

Por outro lado, na pecuária leiteira praticada no mundo todo, os bezerros de vacas leiteiras são realmente desmamados jovens. Porém, esse leite produzido serve como alimento para diversas famílias, além de ser fonte de renda para muitos.

Segundo a Embrapa, o leite está entre os seis produtos mais importantes da agropecuária brasileira, ficando à frente de produtos tradicionais como café e arroz. Em 2019, de acordo com o IBGE, a produção da indústria leiteira no Brasil totalizou 34,84 bilhões de litros. Estimativas apontam que para atender a um crescimento do consumo do leite e ao crescimento da população, o volume produzido no Brasil, em 2026, deverá atingir o patamar de 48 bilhões de litros.

O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento afirma que hoje o Brasil é o terceiro maior produtor mundial de leite. O País produz mais de 34 bilhões de litros por ano, tem produção em 98% de seus municípios e mais de 1 milhão de pequenas e médias propriedades produtoras. A indústria leiteira no Brasil também emprega perto de 4 milhões de pessoas.


Compartilhar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

error: Conteúdo protegido!
%d blogueiros gostam disto: