Unidade de Negócios CEVA Aves repagina seus serviços de podcast e traz no primeiro capítulo o tema Bronquite Infecciosa na Avicultura

Compartilhar

Marco Aurélio Lopes, Gerente de Marketing Corporativo da Ceva, e Tharley Carvalho, Gerente de Marketing Aves Ciclo Curto conduzem o bate-papo informativo sobre a doença com uma autoridade no assunto, o Dr. Jorge Chacón

Conhecimento científico aplicado, tecnologias voltadas para controle e prevenção de doenças na avicultura, além do compartilhamento das experiências de destacados profissionais da área é a missão do repaginado Ceva Sound, o podcast da Unidade de Negócios Avicultura da multinacional francesa Ceva Saúde Animal.

“A missão do projeto é trazer para os profissionais da avicultura assuntos que sejam relevantes para o setor no Brasil e no mundo. Em cada capítulo, por meio de entrevistas e mesas redondas, traremos convidados especiais para um bate-papo leve e descontraído, mas com conteúdo relevante”, informa o Gerente de Marketing Aves Ciclo Curto, Tharley Carvalho que, ao lado do Gerente de Marketing Corporativo, Marco Aurélio Lopes, conduziram os trabalhos desta edição.

“É sempre um prazer participar. O tema em questão evoluiu muito ao longo dos últimos anos no que diz respeito ao controle e solução, mas que ainda desafia a avicultura nacional”, discorre Marco Aurélio Lopes.

Pegando carona nesta afirmação, o primeiro capítulo traz o tema Bronquite Infecciosa com a participação de uma das autoridades no assunto, o médico-veterinário e Gerente de Serviços Veterinários Ceva, o Dr. Jorge Chacón.

“Com mais de 20 anos de experiência na área, o Dr. Jorge Chacón é um profissional experiente que traz uma bagagem de conhecimento científico e de campo. A dicotomia conhecimento científico que não consegue ser aplicado e experiência prática sem muita base não se aplica a este profissional. Ele une estes dois mundos”, enaltece Marco Aurélio Lopes sobre o entrevistado.

Adicionalmente, inclui Tharley, “entre outras características do Dr. Jorge Chacón está a sua capacidade de entendimento que vai além dos aspectos técnicos da patologia, mas da análise econômica que a Bronquite Infecciosa impacta na cadeia”.

“Há 20 anos, quando iniciei como sanitarista em granjas, o principal causante dos baixos desempenhos dos lotes já era a Bronquite Infecciosa. Ao trabalhar em laboratórios de diagnósticos no Peru e no Brasil não se entedia porque lotes bem vacinados com vacina Massachusetts adoeciam. Na Universidade de São Paulo conduzimos inúmeros estudos moleculares, antigênicos e imunológicos para tentar entender os motivos pela falta de proteção das vacinas usadas na década passada. Após vários estudos epidemiológicos identificamos uma variante dominante e amplamente espalhada nas granjas do Brasil e na maioria dos países da América do Sul, a qual chamamos de BR-I”, lembra Jorge Chacón.

Somente após o entendimento do agente etiológico da Bronquite Infecciosa no Brasil, a Ceva Saúde Animal trouxe para o mercado a Cevac IBras, única vacina viva desenvolvida com o vírus BR-I. “É importante mencionar que o agente é altamente contagioso e a enfermidade causa milionárias perdas econômicas nos plantéis avícolas nacionais”, destaca Tharley.

Para acompanhar todos os detalhes deste capítulo basta acessar o link: https://open.spotify.com/show/1HmEySyEg88A8bHx1JYbyR?si=YRJAiCPWTKa2bWcVJuc5hg&dl_branch=1


Compartilhar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *