GenesisGroup e Senar PR formam nova turma de classificadores de grãos

Compartilhar

O projeto Jovem Aprendiz em Classificação de Grãos, do GenesisGroup, referência em testes, inspeções, análises, certificações e rastreabilidade para a cadeia do agroalimento, acaba de iniciar sua segunda turma.

Realizado em parceria com o Serviço Nacional de Aprendizagem Rural do Paraná (Senar-PR), o projeto reúne 10 jovens aprendizes da região de Londrina (PR), que iniciaram a capacitação em março.

“Mesmo com os desafios da pandemia, viabilizamos o projeto, que passou por adequações visando garantir a saúde e a segurança de todos, sem perder a qualidade na formação dos jovens”, explica Nancy Ferreira, Coordenadora do projeto e Gerente de DHO do GenesisGroup.

Os aprendizes contratados terão toda a base teórica da classificação de grãos com a equipe de instrutores do SENAR e, paralelamente, aplicarão os conhecimentos adquiridos na prática da operação do GenesisGroup.

O projeto Jovem Aprendiz em Classificação de Grãos nasceu com a proposta de ter profissionais capacitados para a Classificação e também contribuir com a comunidade, desenvolvendo os aprendizes tanto nos requisitos técnicos quanto teóricos, práticos e comportamentais, dando a eles melhores condições de empregabilidade, seja no GenesisGroup ou em outras empresas do mercado agropecuário.

“A preocupação com a qualidade da formação desses jovens chamou a atenção de outras empresas do agro da região e do Ministério do Trabalho, que tem utilizado o projeto como referência para incentivar outras companhias a inovar em seus programas de aprendizagem, deixando de ter um olhar apenas assistencialista e de cumprimento da legislação para se ter um propósito de formação de bons profissionais”, ressalta Nancy.

Os instrutores do SENAR são mestres e doutores na área. Além disso, a parte de orientação comportamental, ética e de valores é o grande forte do programa.

Nancy Ferreira destaca que embora no agro seja mais comum ter público majoritariamente masculino, é possível ver mudança ao longo dos anos, o que também se reflete pelo interesse de muitas mulheres pelo programa. “Dos 10 aprendizes contratados, quatro são mulheres. Da turma de 2020, o destaque também são as mulheres. Duas aprendizes foram efetivadas no Genesis, atuando como classificadoras de grãos, inclusive apoiando os jovens que ingressam em nossa operação”.

Lana Alves Silva é estudante do último semestre de agronomia. Aos 22 anos, foi efetivada no GenesisGroup após participar da primeira turma de aprendizes em classificadores de grãos. Ela elogia os instrutores, a equipe pedagógica e conta sobre o processo de contratação. “Em janeiro, recebi a proposta de voltar a trabalhar no grupo. Fiquei super feliz. É um sentimento de orgulho, porque foram oito meses de dedicação. E é uma área que gosto de trabalhar e na qual pretendo continuar.”

Francielle Ramos Pereira, de 21 anos, também da primeira turma de aprendizes em classificação de grãos do projeto do Genesis Group e estudante de agronomia, foi contratada após o curso. “Vi a oportunidade como um grande passo para minha carreira como engenheira agrônoma. Afinal, é um dos processos fundamentais no agronegócio. O curso significou muito. Com ele, consegui compreender melhor os ensinamentos teóricos adquiridos em sala de aula.”


Compartilhar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *