Comunicação é essencial para fortalecer os fatos e desfazer os mitos do agro, aponta webinar ABMRA TALKS

Compartilhar

Fatos e mitos relacionados à produção agrícola e pecuária, demanda por carne e leite vegetais, gado e gases de efeito estufa, defensivos agrícolas e comunicação do agronegócio foram alguns temas discutidos no webinar “Mitos & Fatos do Agro”, realizado pela Associação Brasileira de Marketing Rural e Agronegócio (ABMRA) em parceria com o Canal Rural.

Xico Graziano, engenheiro agrônomo formado pela ESALQ/USP e doutor em Administração pela FGV/SP, destacou o importante papel do setor produtivo frente ao crescimento da população global. “É preciso ter comida na mesa para saciar a fome dos 7 bilhões de pessoas. E isso o agro faz. Esse desafio torna-se ainda mais intenso com a urbanização da população e o próprio aumento da renda média das famílias. Quando deveríamos estar enaltecendo a contribuição do agro, temos de ficar nos defendendo de ataques infundados e mitos sobre os quais muitas vezes nem sabemos a origem”.

Graziano reconhece que o agronegócio precisa atender a novas demandas, como a produção cada vez mais sustentável, com respeito ao meio ambiente e às pessoas, e a exigência crescente em termos de responsabilidade ambiental. “Um outro viés diz respeito à qualidade dos alimentos, envolvendo rastreabilidade, certificação e origem. Os consumidores querem saber de onde vem o que come e têm toda a razão”, destaca o agrônomo, autor do livro “Fatos e Mitos da Agricultura, que está chegando à segunda edição.

A zootecnista Andrea Mesquita, CEO e fundadora da startup Território da Carne, colocou em pauta alguns mitos da cadeia da carne. Com diversos estudos sobre as práticas brasileiras e internacionais, ela afirma que a pecuária, se bem utilizada, é a ferramenta para alimentar as pessoas no futuro e contribuirá para regenerar o planeta. “A pecuária é colocada como uma das maiores responsáveis pelo aquecimento global. Não a pecuária brasileira, que retira gás carbônico da atmosfera, pois é extensiva. It´s not the cow; it´s how. Não é o animal, é como ele é produzido e nós fazemos muito bem no Brasil”, diz a CEO do Território da Carne.

Jorge Espanha, presidente da ABMRA, destacou a importância da comunicação para reverter os mitos e divulgar os fatos do agronegócio. “Tudo depende sobre como o agronegócio se comunica. Avançamos bem em algumas frentes, mas é indiscutível que precisamos melhorar em outras, como em nos mostrar para a sociedade urbana”, diz o dirigente.

Para Alberto Meneghetti, diretor da ABMRA e moderador do webinar, a discussão sobre os fatos e mitos é de suma importância para o público agro, que precisa se municiar das informações corretas para atuar como defensor do setor produtivo. “Muitas vezes, as críticas vêm de quem não entende do assunto”, ressalta.

A íntegra do webinar “Mitos & Fatos do Agro” está disponível no link: 


Compartilhar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *