aumento dos juros

Presidente da Abit defende fim do ciclo de aumento dos juros

Compartilhar

Fim do ciclo de aumento dos juros. “É preciso manter a economia viva, gerando investimentos, empregos e renda”, diz Fernando Pimentel.

Veja também: Embarques de carne bovina sobem 20% em maio

Fernando Valente Pimentel, presidente da Associação Brasileira da Indústria Têxtil e de Confecção (Abit), ao comentar a reunião do Copom, realizada nos dias 14 e 15 de junho, pondera que a taxa básica de juros do Brasil encontra-se em níveis muito elevados. Passou, em pouco mais de um ano, de 2% para 13,25%, conforme decisão anunciada pelo órgão.

“Os Estados Unidos já iniciaram a elevação dos juros e a União Europeia está em vias de começar a adotar medida nessa direção. Porém, no Brasil, estamos num patamar muito acima das demais nações”, ressalta Pimentel, acentuando: “Ficamos apreensivos, porque, embora nosso país tenha memória inflacionária ainda não totalmente extirpada, a Selic muito alta provoca enorme encarecimento do crédito para as famílias e empresas e aumento das despesas do governo com os juros da dívida pública, prejudicando o ajuste fiscal”.

O presidente da Abit lembra que o efeito do juro alto é a retração da economia. Entretanto, o Brasil já não tem estimativa elevada para o crescimento do PIB este ano. A verdade é que o mundo corre risco de um estagflação conforme tem sido possível observar nos indicadores internacionais. “Entendemos que a dose da Selic já seja suficiente, num cenário no qual a maior parte dos problemas no País não advém de um excesso de demanda, como pode até ser o caso dos Estados Unidos”. Aqui, segundo Pimentel, a inflação está ligada muito mais a uma questão de oferta, que impacta o preço da energia e dos alimentos, tendo em vista a crise mundial, os lockdowns e a guerra entre Rússia e Ucrânia.

“Está mais do que na hora de encerrar o ciclo de aumento da Selic. É premente combater a inflação, um mal horroroso que nos assombrou durante anos, mas, considerando o baixo desempenho atual do índice de atividade, a dosagem do remédio dos juros não pode matar o paciente”, afirma o dirigente, concluindo: “É preciso manter a economia viva, gerando riqueza, emprego e renda”.

Fonte: Datagro. Imagem principal: Depositphotos.

*Se o artigo ou imagem foi publicado com base no conteúdo de outro site, e se houver algum problema em relação ao conteúdo ou imagem, direitos autorais por exemplo, por favor, deixe um comentário abaixo do artigo. Tentaremos resolver o mais rápido possível para proteger os direitos do autor. Muito obrigado!

*Queremos apenas que os leitores acessem informações de forma mais rápida e fácil com outros conteúdos multilíngues, em vez de informações disponíveis apenas em um determinado idioma.

*Sempre respeitamos os direitos autorais do conteúdo do autor e sempre incluímos o link original do artigo fonte. Caso o autor discorde, basta deixar o relato abaixo do artigo, o artigo e a imagem será editado ou apagado a pedido do autor. Muito obrigado! Atenciosamente!

*If the article or image was published based on content from another site, and if there are any issues regarding the content or image, the copyright for example, please leave a comment below the article. We will try to resolve it as soon as possible to protect the copyright. Thank you very much!

*We just want readers to access information more quickly and easily with other multilingual content, instead of information only available in a certain language.

*We always respect the copyright of the content and image of the author and always include the original link of the source article. If the author disagrees, just leave the report below the article, the article and the image will be edited or deleted at the request of the author. Thanks very much! Best regards!


Compartilhar

One thought on “Presidente da Abit defende fim do ciclo de aumento dos juros

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

%d blogueiros gostam disto: