Prejuízos na agricultura

Prejuízos na agricultura de SC superam R$ 4,2 bilhões

Compartilhar

Prejuízos na agricultura de Santa Catarina superam R$ 4,2 bilhões com inclusão das perdas com a maçã.

Veja também: Outono chegará com frente fria e chuvas intensas

No caso da fruta, safra 2021/22 deve ser 12,4% menor do que a estimativa inicial, com produção de 581.782,3 toneladas.

A produção agrícola de Santa Catarina já acumula um prejuízo de R$ 4.232.417.422,7 devido à estiagem. Os números, atualizados pela Epagri/Cepa, são substancialmente maiores que o levantamento anterior devido, principalmente, à inclusão das perdas com a maçã e alta nos preços. “A safra 2021/22 de maçã deve ser 12,4% menor do que a estimativa inicial, com produção de 581.782,3 toneladas, o que é 82.096,1 toneladas a menos do que o esperado inicialmente. As perdas financeiras com a maçã estão estimadas em R$ 50.283.875,3 neste momento”, explica Haroldo Tavares Elias, analista de socioeconomia da Epagri/Cepa.

“As recentes altas dos commodities também influenciaram na elevação do impacto econômico da estiagem na avaliação recente”, descreve Haroldo. Segundo ele, a soja passou de R$ 200,00 a saca e o milho passou de R$ 100 a saca nos preços pagos ao produtor.

Assim como no levantamento anterior, as perdas com a soja continuam sendo as de maior impacto econômico para Santa Catarina, um prejuízo de R$ 1.835.327.937,5. Com uma queda de 23% em relação à estimativa inicial, Santa Catarina deve produzir 1.968.260,7 toneladas de soja, 587.304,9 toneladas a menos do que o esperado inicialmente.

Em termos de perdas percentuais, o milho grão primeira safra é o mais atingido. A estimativa da Epagri/Cepa aponta para uma queda de 35,1% na safra 2021/22, na comparação com a estimativa inicial. Até o momento, as perdas econômicas nestas lavouras chegam a R$ 1.506.912.237,5. A queda no volume produzido será de 950.533,4 toneladas, resultando numa estimativa de safra de 1.759.615,2 toneladas.

Milho silagem e feijão

O levantamento indica que, até o momento, o milho silagem será o mais atingido em termos de volume total. Com a estiagem o estado vai deixar de colher 2.963.101,9 toneladas de milho silagem, 32% a menos do que o esperado inicialmente. A safra estimada está em 6.282.956,5 toneladas e o prejuízo calculado até o momento é de R$ 740.775.467,0.

A produção catarinense de feijão primeira safra também sofre com a estiagem. A Epagri/Cepa calcula que Santa Catarina colha 46.849,7 toneladas do grão, volume 31,5% menor do que a estimativa inicial, que era de 68.424,5 toneladas. A perda em volume está em 21.574,7 toneladas, com prejuízo estimado de R$ 99.117.905,4.

Haroldo explica que as perdas em volume foram calculadas a partir do comparativo entre a estimativa atual, feita em fevereiro, e a inicial, realizada entre agosto e setembro do ano passado. “Para o cálculo da estimativa de perdas econômicas, foram considerados como valores de referência os preços médios estaduais recebidos pelo produtor, para cada produto, no mês de fevereiro”, esclarece o analista. Ele acrescenta que as informações de estimativa mensal e calendário agrícola semanal são obtidas junto à rede de informantes da Epagri/Cepa distribuída no estado e atualizadas até o final da safra.

FONTE: DATAGRO. Imagem principal: Depositphotos.

*Se o artigo ou imagem foi publicado com base no conteúdo de outro site, e se houver algum problema em relação ao conteúdo ou imagem, direitos autorais por exemplo, por favor, deixe um comentário abaixo do artigo. Tentaremos resolver o mais rápido possível para proteger os direitos do autor. Muito obrigado!

*Queremos apenas que os leitores acessem informações de forma mais rápida e fácil com outros conteúdos multilíngues, em vez de informações disponíveis apenas em um determinado idioma.

*Sempre respeitamos os direitos autorais do conteúdo do autor e sempre incluímos o link original do artigo fonte. Caso o autor discorde, basta deixar o relato abaixo do artigo, o artigo e a imagem será editado ou apagado a pedido do autor. Muito obrigado! Atenciosamente!

*If the article or image was published based on content from another site, and if there are any issues regarding the content or image, the copyright for example, please leave a comment below the article. We will try to resolve it as soon as possible to protect the copyright. Thank you very much!

*We just want readers to access information more quickly and easily with other multilingual content, instead of information only available in a certain language.

*We always respect the copyright of the content and image of the author and always include the original link of the source article. If the author disagrees, just leave the report below the article, the article and the image will be edited or deleted at the request of the author. Thanks very much! Best regards!


Compartilhar

One thought on “Prejuízos na agricultura de SC superam R$ 4,2 bilhões

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

%d blogueiros gostam disto: