carne suína

Abertura do Canadá para a carne suína brasileira

Compartilhar

ABPA comemora abertura do Canadá para a carne suína do Brasil.

Veja também: Valor médio da arroba do boi gordo fecha em 341,07

Autorização é válida, neste primeiro momento, para os estabelecimentos sob inspeção federal localizados em Santa Catarina.

A Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA) divulgou, nesta segunda-feira (14), comunicado no qual celebra o anúncio feito pela Ministra da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Tereza Cristina, sobre a abertura do mercado do Canadá para as exportações brasileiras de carne suína.

A abertura é válida, neste primeiro momento, para os estabelecimentos sob inspeção federal localizados no Estado de Santa Catarina – à época da solicitação inicial, o estado era o único reconhecido como livre de aftosa sem vacinação, que é um critério estabelecido pelas autoridades canadenses.  As negociações seguirão em curso para a inclusão, no futuro, de novas áreas já reconhecidas com o mesmo status pela Organização Mundial de Saúde Animal (OIE).

Vale lembrar que as exportações de carne suína de Santa Catarina representam pouco mais de 50% dos embarques do setor. Desta forma, a ABPA, em nome de todo o setor produtivo, parabeniza e agradece o empenho da ministra Tereza Cristina e de sua equipe em estabelecer celeridade no processo de abertura deste que é um dos mais importantes mercados abertos na última década.

Lá, o setor produtivo deverá atuar em complementaridade à produção local, com oferta de produtos premium. Além de gerar mais divisas para a suinocultura nacional – que vem enfrentando fortes dificuldades em função dos elevados custos de produção – o reconhecimento sanitário das autoridades canadenses reforçará as chancelas já existentes à qualidade e à sanidade do produto brasileiro.

FONTE: DATAGRO. Imagem principal: Depositphotos.

*Se o artigo ou imagem foi publicado com base no conteúdo de outro site, e se houver algum problema em relação ao conteúdo ou imagem, direitos autorais por exemplo, por favor, deixe um comentário abaixo do artigo. Tentaremos resolver o mais rápido possível para proteger os direitos do autor. Muito obrigado!

*Queremos apenas que os leitores acessem informações de forma mais rápida e fácil com outros conteúdos multilíngues, em vez de informações disponíveis apenas em um determinado idioma.

*Sempre respeitamos os direitos autorais do conteúdo do autor e sempre incluímos o link original do artigo fonte. Caso o autor discorde, basta deixar o relato abaixo do artigo, o artigo e a imagem será editado ou apagado a pedido do autor. Muito obrigado! Atenciosamente!

*If the article or image was published based on content from another site, and if there are any issues regarding the content or image, the copyright for example, please leave a comment below the article. We will try to resolve it as soon as possible to protect the copyright. Thank you very much!

*We just want readers to access information more quickly and easily with other multilingual content, instead of information only available in a certain language.

*We always respect the copyright of the content and image of the author and always include the original link of the source article. If the author disagrees, just leave the report below the article, the article and the image will be edited or deleted at the request of the author. Thanks very much! Best regards!


Compartilhar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

%d blogueiros gostam disto: