Mato Grosso do Sul

Contribuição do agro na balança comercial do Mato Grosso do Sul

Compartilhar

Agro contribui para superávit de 189% na balança comercial do Mato Grosso do Sul no primeiro bimestre.

Veja também: Acesso a estudos e pesquisas sobre o seguro rural

Estado é forte produtor e exportador de soja, carnes e celulose.

A soma de tudo que Mato Grosso do Sul vendeu ao exterior nos meses de janeiro e fevereiro deste ano, descontando o que comprou de outros países, totalizou US$ 516,2 milhões. Esse valor é 189% maior do que o resultado obtido no primeiro bimestre do ano passado: US$ 178,5 milhões. As exportações sul-mato-grossenses somaram US$ 991,3 milhões no primeiro bimestre de 2022, enquanto as importações ficaram em US$ 475 milhões. No mesmo período do ano passado o Estado exportou US$ 593,6 milhões e importou US$ 415 milhões.

Os dados são da Secretaria de Comércio Exterior do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior e constam na Carta de Conjuntura nº 76 compilada pela Coordenadoria de Economia e Estatística da Semagro (Secretaria de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar). O secretário de Agricultura do estado, Jaime Verruck, comenta esse resultado expressivo:

“Tivemos um excepcional crescimento das exportações e isso decorre de dois fatores: primeiro, a antecipação da safra. Mato Grosso do Sul colheu um volume significativo de soja em janeiro e fevereiro, lembrando que boa parte desse volume já havia sido comercializado. Em segundo, tivemos o crescimento no volume de exportações de celulose (22%), carne bovina (56%), óleos e gorduras vegetais (73%) e carne de aves (38%). Portanto, há uma sinalização positiva nas exportações de Mato Grosso do Sul, chegando a praticamente US$ 1 bilhão nos meses de janeiro e fevereiro”.

A soja foi o produto que liderou a pauta das exportações nesse início de ano, desbancando a celulose que tem se mantido no topo por um longo período. Enquanto as exportações de soja no primeiro bimestre de 2021 representaram US$ 9,547 milhões, no mesmo período desse ano superou US$ 287,9 milhões. Isso perfaz uma variação de 2.916,04%.

Com relação ao destino das exportações, não houve alteração nas primeiras posições da tabela, porém a China ampliou de forma significativa sua parcela no mercado exterior sul-mato-grossense. “No ano passado, nesse período, a China comprou 20% de nossos produtos e nesse ano, chegou a 40%. Os Estados Unidos, como destino de nossas exportações, também continuam relevantes, com um crescimento de 80%, mantendo-se como segundo principal parceiro”, pontuou Verruck.

O principal município exportador foi Três Lagoas, com cerca de 39,94% das vendas ao exterior, devido sobretudo às indústrias de papel e celulose instaladas ali. Em segundo vem Campo Grande (11,34%), Naviraí (6,39%) e depois Dourados (6,01%). Os dez principais municípios exportadores responderam por 83,61% das exportações sul-mato-grossenses no primeiro bimestre.

FONTE: DATAGRO. Imagem principal: Depositphotos.

*Se o artigo ou imagem foi publicado com base no conteúdo de outro site, e se houver algum problema em relação ao conteúdo ou imagem, direitos autorais por exemplo, por favor, deixe um comentário abaixo do artigo. Tentaremos resolver o mais rápido possível para proteger os direitos do autor. Muito obrigado!

*Queremos apenas que os leitores acessem informações de forma mais rápida e fácil com outros conteúdos multilíngues, em vez de informações disponíveis apenas em um determinado idioma.

*Sempre respeitamos os direitos autorais do conteúdo do autor e sempre incluímos o link original do artigo fonte. Caso o autor discorde, basta deixar o relato abaixo do artigo, o artigo e a imagem será editado ou apagado a pedido do autor. Muito obrigado! Atenciosamente!

*If the article or image was published based on content from another site, and if there are any issues regarding the content or image, the copyright for example, please leave a comment below the article. We will try to resolve it as soon as possible to protect the copyright. Thank you very much!

*We just want readers to access information more quickly and easily with other multilingual content, instead of information only available in a certain language.

*We always respect the copyright of the content and image of the author and always include the original link of the source article. If the author disagrees, just leave the report below the article, the article and the image will be edited or deleted at the request of the author. Thanks very much! Best regards!


Compartilhar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

%d blogueiros gostam disto: