Custos da soja e do milho

Custos da soja e do milho preocupa agroindústrias de carnes

Compartilhar

Aumento dos custos da soja e do milho preocupa agroindústrias de carnes.

A valorização dos preços dos grãos – sobretudo do farelo de soja e do milho, que são dois dos principais insumos para as agroindústrias de carnes – vem aumentando os custos de produção para fabricação de proteína animal, em uma espiral de alta que deverá continuar sendo repassada ao consumidor.

Em painel moderado pelo diretor de Relações Institucionais do Minerva Foods, João Sampaio, o presidente da ABCS, Marcelo Lopes, disse que a demanda pela carne suína vem aumentando, mas que, de fato, o incremento dos custos de produção vem castigando o segmento, especialmente o produtor. “O preço pago ao produtor pelo suíno aumentou 37% no 1o. semestre, mas a ração subiu 72%.”

O presidente da ABPA, Ricardo Santin, endossou a preocupação com o avanço dos custos de produção para fabricação de suínos e frangos de corte. O dirigente ponderou que o segmento das carnes precisa de maior previsibilidade do fluxo de oferta dos grãos, o que terá impacto para o equilíbrio nos preços destes insumos e consequentemente do produto final, com reflexo positivo na ponta da cadeia, o consumidor.

De acordo com o dirigente, a demanda por proteína animal existe, tanto em nível nacional quanto internacional, com os desafios confluindo mesmo para a questão dos custos e disponibilidade dos grãos, bem como de eventuais riscos sanitários, com a chegada da Peste Suína Africana ao continente americano. Recentemente, foi constatado um foco da doença na República Dominicana.

Texto referente a o painel da segunda edição do evento on-line “Abertura de Safra Grãos: Soja, Milho e Algodão”, organizado pela DATAGRO, e que se estende até esta sexta-feira (6).

Agron Home

Veja também: Geadas e juros elevados são combinação nociva ao agronegócio

—SIGA NAS REDES SOCIAIS —

Instagram: https://www.instagram.com/portalagron
Facebook: https://www.facebook.com/PortalAgron
Youtube: https://www.youtube.com/portalagron
Twitter: https://twitter.com/agrotwit
Grupo Telegram Agron pecuária: https://t.me/portalagron_pecuaria
Grupo Telegram Agricultura: https://t.me/portalagron_agricultura
Canal Telegram: https://t.me/portalagron
Site: https://www.agron.com.br
https://linktr.ee/Portalagron

FONTE: DATAGRO.


Compartilhar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *