Fortalecimento das cooperativas agropecuárias

Compartilhar

Fortalecimento das cooperativas agropecuárias é uma das prioridades do ministério, diz Tereza Cristina.

Titular da pasta da Agricultura participou do webinar de lançamento da Agenda Institucional do Cooperativismo 2021, com as demandas do setor aos Três Poderes, realizado pela OCB.

A ministra da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), Tereza Cristina, afirmou, nesta quinta-feira (22), que o setor cooperativista possui papel crucial para o crescimento do Brasil e destacou a importância das cooperativas agropecuárias na produção de algumas das principais culturas presentes na mesa do brasileiro como ao soja, o café e o milho.

“O fortalecimento das cooperativas é, por isso, uma das prioridades do Ministério da Agricultura. É um setor que gera emprego, renda e inclusão social. No agro, é preciso destacar que 71% das cooperativas do setor são do perfil da agricultura familiar e precisam dos frutos gerados por esse modelo de negócio”, ressaltou a ministra, durante o webinar de lançamento da Agenda Institucional do Cooperativismo 2021, com as demandas do setor aos Três Poderes, realizado pela Organização das Cooperativas Brasileiras (OCB).

De acordo com a OCB, as propostas incluídas na agenda seguem três eixos principais: o cooperativismo na geração de oportunidades de trabalho; na alimentação do Brasil e do mundo; e em prol de comunidades e cidades mais sustentáveis. São abordados, no total, sete temas propositivos, que podem ajudar a economia brasileira. São eles:

1) Ato Cooperativo na Reforma Tributária;

2) Modernização da Lei das Cooperativas de Crédito;

3) Manutenção da arquitetura de crédito por cooperativas;

4) Adequação do ambiente regulatório para a participação de cooperativas em licitações;

5) Possibilidade de atuação de cooperativas no mercado de seguros;

6) Telecomunicações e conectividade rural por cooperativas;

7) Lei de Recuperação Judicial própria para cooperativas (Reorganização Cooperativa).

FONTE: DATAGRO.


Compartilhar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *