bateria de areia

Finlândia desenvolve bateria de areia

Compartilhar

Crise energética nunca mais! Finlândia desenvolve bateria de areia capaz de armazenar energia por meses sem usar lítio: “Solução mais barata e sustentável”.

Veja também: Suíça inaugura maior bateria de água do mundo

Fonte: Clickpetroleoegas.com Por: Daiane Souza. Imagem principal: Depositphotos (Meramente ilustrativa).

A bateria de areia é uma forma dos países armazenarem a energia renovável sem que se faça o uso do lítio, que terá a sua demanda aumentada em ao menos 40 vezes nos próximos anos.

A  Polar Night Energy, na Finlândia, prestou uma entrevista para o portal BBC mostrando sobre o desenvolvimento pensado para suprir as necessidades deixadas pela guerra entre a Rússia e a Ucrânia quanto à matriz energética. Agora, o país fará com que a sua matriz energética dependa menos de orientais ao aquecer a areia a mais de 500 graus para guardar a energia por meses a fio. A energia do aquecimento,  fornecida por fontes naturais como energia eólica e solar, é armazenada na areia por meses a fio e pode ser uma forma de suprir as demandas a longo prazo da população através de bateria de areia sem lítio.

“Usando aquecimento resistivo, energia renovável barata é usada para aquecer a areia até 500C e, como a areia é excelente para armazenar calor, a bateria pode reter essa energia por meses a fio”, afirma um dos sócios da instituição.

Energia guardada por meses a fio usando areia de baixa qualidade

Dependência de gás natural faz com que países busquem formas de armazenar energia sem a Rússia. Fonte: Express

A nova bateria criada e desenvolvida pela Polar Night Energy  faz o uso de areia de baixa qualidade disposta em qualquer lugar para haver o armazenamento de energia por meses a fio sem que a indústria utilize o lítio, metal este que vem enfrentando escassez do mercado.

O lítio é um dos principais materiais utilizados para a produção de baterias, não somente para painéis fotovoltaicos, como também para carros elétricos. Tendo em vista a baixa produção do metal e a alta demanda, empresas como a Tesla já demitiram cerca de 10% se seus colaboradores devido ao aumento dos preços dos carros elétricos e dificuldade em manter as escalas. Empresas brasileiras também estão paralisando as atividades pelo baixo estoque e matéria-prima.

Criar soluções para desenvolvimento de baterias de areia sem recorrer ao lítio é uma necessidade de muitos países em desenvolvimento. Foi a dúvida sobre qual outro metal ou matéria-prima poderia ser utilizada para armazenamento energético e estabilidade da matriz que os pesquisadores descobriram que a areia tem fortes capacidades químicas e físicas de reter calor.

De acordo com o estudo da empresa na Finlândia, a areia poderia ser utilizada para aquecer as casas durante o inverno, quando geralmente a energia é mais cara pela maior demanda dos aquecedores em países como os Estados Unidos.

Essa tecnologia pode, em breve, ser utilizada no Brasil para fugir da crise energética: a Aneel já anunciou o aumento de imenso 65% das bandeiras tributárias e, a cada ano, a conta de luz tem variações acima de 30%. Armazenar energia por meses é uma maneira para fugir  da inflação e garantir estabilidade em momentos de crise, como aconteceu no ano de 2021 no Brasil, após a criação, por intermédio do Ministério de Minas e Energia, da bandeira de escassez, que cobraria valores de multas mais altas que a bandeira vermelha de patamar 2.

Finlândia: Demanda de lítio aumentará 40 vezes e suprir essa procura ao trocar matérias-primas é crucial

Conforme publicado pela Agência Internacional de Energia, é estimado que a demanda de lítio tenha aumentos e variações de ao menos 40 vezes nos próximos anos, justamente pela maior produção de baterias para carros elétricos. Por isso, é crucial que os países criem estratégias para  diminuir a dependência deste metal, que está cada vez mais escasso no mercado.

A nova bateria de areia, que faz o uso de grãos grossos, tem o peso de 100 toneladas e pode ser utilizada para suprir as demandas de uma cidade, sem contar que reduz, exponencialmente, os valores gastos com energia.

Fonte: Clickpetroleoegas.com Por: Daiane Souza. Imagem principal: Depositphotos (Meramente ilustrativa).

*Se o artigo ou imagem foi publicado com base no conteúdo de outro site, e se houver algum problema em relação ao conteúdo ou imagem, direitos autorais por exemplo, por favor, deixe um comentário abaixo do artigo. Tentaremos resolver o mais rápido possível para proteger os direitos do autor. Muito obrigado!

*Queremos apenas que os leitores acessem informações de forma mais rápida e fácil com outros conteúdos multilíngues, em vez de informações disponíveis apenas em um determinado idioma.

*Sempre respeitamos os direitos autorais do conteúdo do autor e sempre incluímos o link original do artigo fonte. Caso o autor discorde, basta deixar o relato abaixo do artigo, o artigo e a imagem será editado ou apagado a pedido do autor. Muito obrigado! Atenciosamente!

*If the article or image was published based on content from another site, and if there are any issues regarding the content or image, the copyright for example, please leave a comment below the article. We will try to resolve it as soon as possible to protect the copyright. Thank you very much!

*We just want readers to access information more quickly and easily with other multilingual content, instead of information only available in a certain language.

*We always respect the copyright of the content and image of the author and always include the original link of the source article. If the author disagrees, just leave the report below the article, the article and the image will be edited or deleted at the request of the author. Thanks very much! Best regards!


Compartilhar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

error: Conteúdo protegido!
%d blogueiros gostam disto: