terra

A Terra ficou 10% mais verde nos últimos 30 anos

Compartilhar

A Terra ficou 10% mais verde nos últimos 30 anos, graças ao aumento do CO2 na atmosfera.

Fonte: Stylo Urbano. Por: Renato Cunha. Imagem principal: Depositphotos.

Veja também: Agronegócio já sente o impacto da guerra

De acordo com os dados do Índice de Vegetação da NASA, a Terra ficou 10% verde e o deserto do Saara encolheu 700.000 quilômetros quadrados, até agora neste século. O mundo é um lugar mais verde hoje do que há 20 anos, graças à fertilização com CO2, o gás da vida!  Os dados de vegetação de incremento de 16 dias da NASA dos últimos 20 anos foram baixados por Zoe Phin e seu resultado diz:

“O índice de vegetação da NASA aumentou de 0,0936 para 0,1029, o que é um aumento de 9,94%. Cerca de 10% de ecologização global em 20 anos! Somos incrivelmente afortunados!” disse Zoe sobre os resultados.

De acordo com um estudo alemão, o mundo esteve mais verde nos últimos 30 anos. Embora seja amplamente divulgado como as florestas tropicais do mundo estão sendo derrubadas, a revista científica alemã Wissenschaft disse que: “A vegetação na Terra vem se expandindo há décadas, mostram os dados de satélite”.

Sim, o planeta está de fato ficando mais verde, e isso é embaraçoso para os alarmistas do clima, que ao longo dos anos conseguiram enganar grande parte da mídia e do público fazendo-a acreditar que as florestas iriam desaparecer com a ladainha de “mudanças climáticas”. O deserto do Saara cobre 9,2 milhões de quilômetros quadrados e encolheu 8% nos últimos 30 anos, de acordo com um estudo de Venter et al em 2018. Mais de 700.000 quilômetros quadrados ou 8% da área tornou-se mais verde.

Esta área é tão grande quanto a França e a Alemanha juntas. Este tem sido o planeta mais bonito em termos de vegetação até agora. A maioria de nós pensa que o dióxido de carbono como “gás de efeito estufa” é um grande problema, mas não é. Em 2020, um estudo foi citado por Kenneth Richard, que afirmou:

“Cerca de 70% da tendência de esverdeamento vegetativo da Terra pós-1980 foi impulsionada pela fertilização com CO2” e que esse esverdeamento compensará 17 anos (equivalente) das emissões antropogênicas de CO2 da Terra até 2100. Os cientistas atribuem o surpreendente crescimento vegetativo ao aumento na concentração de CO2 atmosférico, que é alimento das plantas e os humanos têm sido enganados em acreditar que seja um “poluente”.

“Muitas vezes é esquecido que o CO2 não é um “problema”, mas um nutriente para as plantas”, que constitui uma parte crucial da “base da cadeia alimentar”, relatou a revista Wissenschaft . Resumindo: mais CO2 atmosférico significa mais crescimento das plantas e, portanto, mais alimentos para mais vida. É um completo absurdo quando a grande mídia, governos, empresas e até escolas e universidades ficam alardeando o “fim do mundo” por causa do aumento do CO2, a fonte de alimento das plantas.

E porquê foi criada essa histeria em torno do CO2? Por que tem gente lucrando muito dinheiro com essa mentira. A mentira do século foi o “aquecimento global” que depois virou “mudança climática”. Mas foram superadas por outra mentira, a “pandemia do Covid”.

Co2 aquecimento: estão nos enganando?

Jornalista especializado em agronegócio, editor executivo da revista AgroDBO, além de escritor, Richard Jakubaszko acaba de publicar, com a colaboração dos cientistas Luiz Carlos Molion e José Carlos Parente de Oliveira, o livro “CO2, aquecimento e mudanças climáticas: estão nos enganando?”.

É um livro polêmico, provocativo, que visa estabelecer um debate entre a sociedade, a ciência e a mídia para que se esclareça a opinião pública sobre as questões do aquecimento global e das chamadas “mudanças climáticas”. A visão dos diversos autores do livro está em contestar aquilo que chamamos de agendas políticas e econômicas por detrás dessa afirmação de que o planeta está aquecendo.

O aquecimento é uma falácia científica, não existe aquecimento, e essa história já é considerada a grande farsa do século XXI; o CO2 é o gás da vida, sem ele não haveria vida no planeta, não haveria fotossíntese…”

Fonte: Stylo Urbano. Por: Renato Cunha. Imagem principal: Depositphotos.

*Se o artigo ou imagem foi publicado com base no conteúdo de outro site, e se houver algum problema em relação ao conteúdo ou imagem, direitos autorais por exemplo, por favor, deixe um comentário abaixo do artigo. Tentaremos resolver o mais rápido possível para proteger os direitos do autor. Muito obrigado!

*Queremos apenas que os leitores acessem informações de forma mais rápida e fácil com outros conteúdos multilíngues, em vez de informações disponíveis apenas em um determinado idioma.

*Sempre respeitamos os direitos autorais do conteúdo do autor e sempre incluímos o link original do artigo fonte. Caso o autor discorde, basta deixar o relato abaixo do artigo, o artigo e a imagem será editado ou apagado a pedido do autor. Muito obrigado! Atenciosamente!

*If the article or image was published based on content from another site, and if there are any issues regarding the content or image, the copyright for example, please leave a comment below the article. We will try to resolve it as soon as possible to protect the copyright. Thank you very much!

*We just want readers to access information more quickly and easily with other multilingual content, instead of information only available in a certain language.

*We always respect the copyright of the content and image of the author and always include the original link of the source article. If the author disagrees, just leave the report below the article, the article and the image will be edited or deleted at the request of the author. Thanks very much! Best regards!


Compartilhar

3 thoughts on “A Terra ficou 10% mais verde nos últimos 30 anos

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

error: Conteúdo protegido!
%d blogueiros gostam disto: