Adaptabilidade de abóbora híbrida da linha Superseed possibilita cultivo rentável aos produtores

Compartilhar

A cultivar Furusato F1 pode ser plantada em todo o Brasil e oferece características como polpa espessa, maior produtividade e uniformidade de frutos

Originária das Américas, a abóbora é conhecida e cultivada em todos os continentes e largamente empregada no consumo humano, animal e na indústria. Vinda do cruzamento entre linhagens selecionadas de abóboras e morangas, a variedade japonesa (ou cabotiá) é uma das mais consumidas no Brasil – sendo uma boa opção rentável aos produtores.

De acordo com estudos realizados na Universidade Federal de Viçosa (MG), a liderança comercial da abóbora tipo tetsukabuto se deve pela sua maior rusticidade, por maiores níveis de produtividade, precocidade, uniformidade, textura, sabor e conservação pós-colheita superior à observada em cultivares de polinização aberta.

Nesse sentido, o plantio de abóbora Furusato F1, cultivar da linha Superseed da Agristar do Brasil, tem gerado resultados positivos dentro e fora da porteira. Além da produtividade e adaptabilidade, ela apresenta um visível padrão de frutos e uma notável espessura de polpa – o que garante peso de fruto, maior produtividade e, consequentemente, mais rentabilidade ao produtor.

“Dentro de um manejo bem executado, é possível obter de dois a três frutos por pé. A média nacional gira em torno de 15 toneladas por hectare, mas há possibilidade de atingirmos números ainda maiores”, conta o especialista em Cucurbitáceas da Agristar, Rafael Zamboni.

O pós-colheita também é um ponto forte da Furusato. “Devido a essa presença de polpa junto à rigidez de casca, temos uma excelente resistência e qualidade de frutos dentro de 30 a 40 dias depois da colheita”.


Visão do produtor

E todos esses diferenciais são notados no dia a dia de quem produz. É o que ocorre na cidade de Paracatu (MG), com o produtor Geraldo Severino Pinheiro, que cultiva a variedade há cerca de três anos e, atualmente, conta com aproximadamente 300 hectares de plantação. “A uniformidade dos frutos é algo que sempre chama a atenção. Outro ponto muito bom é o pegamento que ela oferece. Acredito que, inclusive, chega a ser superior em comparação a outras opções que tenho na propriedade”.

“Falando principalmente sobre o pós-colheita, devido à casca firme, ela oferece uma resistência bem notável e diferenciada. Além disso, mais uma característica que merece destaque é a folhagem robusta que se forma. Isso é muito positivo, porque oferece uma proteção maior aos frutos”, complementa.

Apesar da abóbora japonesa ter uma produção maior no estado de Minas Gerais, a Furusato mantém suas características e diferenciais no cultivo em todo o Brasil. “É possível produzir no país todo. A única diferença é que, em outras regiões, o consumo pode ser diferente, tendo em vista a preferência do mercado consumidor”, finaliza o especialista Rafael Zamboni.

Sobre a AgristarA Agristar é movida pela paixão ao campo e pelo desafio de superar limites. Com mais de 60 anos de existência, é uma das maiores empresas do país no desenvolvimento, produção e comercialização de sementes de hortaliças e frutas. Atua no mercado profissional com as linhas Topseed Premium, Topseed, Superseed e TSV Sementes, e no segmento de jardinagem, hobby e lazer através das linhas Topseed Garden e TSV Sementes. Com capital 100% nacional e com uma ampla e moderna infraestrutura, a Agristar tem orgulho em conhecer a sua terra e assim desenvolver e testar produtos de alto desempenho. Sediada em Santo Antônio de Posse (SP), a empresa possui quatro estações experimentais e uma unidade de pesquisa e melhoramento estrategicamente localizadas nos estados de SP, MG, SC e RN, que asseguram o desenvolvimento de produtos adaptados para os mais diversos climas e regiões.

Para mais informações acesse: http://www.agristar.com.br. Siga a Agristar nas redes sociais: Facebook: https://www.facebook.com/agristardobrasil Instagram: @agristardobrasil


Compartilhar

🚀 Quer ficar por dentro do agronegócio brasileiro e receber as principais notícias do setor em primeira mão? ✅ 👉🏽 Para isso é só entrar em nosso grupo do WhatsApp ( clique aqui ), ( clique aqui ) ou Telegram Portal Agron ( clique aqui ), Telegram Pecuária ( clique aqui ) , Telegram Agricultura ( clique aqui ) e no nosso Twitter ( clique aqui ) . 🚜 🌱 Você também pode assinar nosso feed pelo Google Notícias ( clique aqui )

  • Se o artigo ou imagem foi publicado com base no conteúdo de outro site, e se houver algum problema em relação ao conteúdo ou imagem, direitos autorais por exemplo, por favor, deixe um comentário abaixo do artigo. Tentaremos resolver o mais rápido possível para proteger os direitos do autor. Muito obrigado!
  • Queremos apenas que os leitores acessem informações de forma mais rápida e fácil com outros conteúdos multilíngues, em vez de informações disponíveis apenas em um determinado idioma.
  • Sempre respeitamos os direitos autorais do conteúdo do autor e sempre incluímos o link original do artigo fonte. Caso o autor discorde, basta deixar o relato abaixo do artigo, o artigo e a imagem será editado ou apagado a pedido do autor. Muito obrigado! Atenciosamente!
  • If the article or image was published based on content from another site, and if there are any issues regarding the content or image, the copyright for example, please leave a comment below the article. We will try to resolve it as soon as possible to protect the copyright. Thank you very much!
  • We just want readers to access information more quickly and easily with other multilingual content, instead of information only available in a certain language.
  • We always respect the copyright of the content and image of the author and always include the original link of the source article. If the author disagrees, just leave the report below the article, the article and the image will be edited or deleted at the request of the author. Thanks very much! Best regards!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar
error: Conteúdo protegido!
%d blogueiros gostam disto: