IHARA lança três novos Herbicidas focados na cultura da soja

Compartilhar

Nova linha de Herbicidas composta por Xeque-Mate HT, Burner e Dorai Max ajudará o agricultor a potencializar sua lavoura, com uma melhor performance, qualidade e desenvolvimento do cultivo

A IHARA, empresa de pesquisa e desenvolvimento especializada em defensivos agrícolas, lança três novos herbicidas que irão auxiliar o agricultor a potencializar sua lavoura. Com tecnologias inovadoras voltadas para a soja, o XEQUE-MATE HT apresenta a formulação líquida mais concentrada do mercado, o BURNER garante uma velocidade maior de dessecação pré-plantio e o DORAI MAX oferece ação mais rápida e eficaz para antecipação da colheita. Essas soluções darão o suporte necessário para que o produtor tenha melhor performance, sempre com qualidade e o melhor desenvolvimento do cultivo, além de contribuir para maior produtividade e rentabilidade no campo.

O XEQUE MATE HT é um herbicida sistêmico com alta eficiência no combate de plantas infestantes anuais e perenes para diversas culturas. Essa tecnologia apresenta uma formulação líquida mais concentrada do mercado e uma ampla cobertura de registros, sendo permitida a sua utilização em mais de 40 culturas.

“Por conta de sua tecnologia inovadora no Brasil, a nova formulação do Xeque Mate HT – High Technology reduz em 15% a dose de aplicação por hectare em relação à formulação anterior, o que resulta no final das contas em economia ao agricultor, dentre elas vale destacar: menor movimentação logística, menor espaço para armazenamento e menor volume de retorno de embalagens”, reforça o Gerente de Produtos Herbicidas da IHARA, Daniel Zanetti.

Já o BURNER uma nova tecnologia para dessecação pré-plantio, é a melhor opção para que o agricultor possa plantar no limpo. Trata-se de um herbicida com uma maior velocidade de dessecação no pré-plantio, com efeito residual inicial, além de possuir amplo espectro para o controle de ervas. Esta solução traz diversos benefícios para a dessecação acelerada, permitindo que ocorra um melhor desenvolvimento inicial da cultura, antecipação do plantio, melhorando e facilitando a plantabilidade da cultura, além de contribuir com o manejo de plantas daninhas em pós-emergência na soja, eliminando rapidamente a matocompetição e plantas hospedeiras de pragas e doenças. A tecnologia também pode ser utilizada para as culturas do algodão, feijão e milho.

Por sua vez, o DORAI MAX traz uma solução inovadora, com um novo ingrediente ativo, que proporciona ação rápida e eficaz para antecipação da colheita. Além desses benefícios, o novo herbicida permite uma uniformidade de maturação, reduzindo as perdas durante a colheita, bem como o desgaste da máquina e o consumo de combustível, sempre mantendo a qualidade dos grãos, aumentando o potencial de armazenamento. Esta solução da IHARA está disponível para oferecer o melhor cenário para o agricultor, isso significa trabalhar com a possiblidade de antecipação da colheita, reduzindo a exposição dos grãos ao ataque de detratores da lavoura e às variações ambientais, tornando assim possível o plantio da segunda safra dentro de uma janela ideal. Essa tecnologia também vem para substituir o Paraquate.

“O cenário de plantio da soja está cada dia mais dinâmico no controle de plantas daninhas de difícil controle, pragas e doenças que acometem a lavoura em diferentes situações. É por essa razão que investimos em P&D, para oferecer as melhores tecnologias e soluções eficientes aos agricultores, que se diferenciem no mercado e tragam os melhores resultados”, afirma Zanetti.

Esses são três dos muitos lançamentos que a IHARA pretende apresentar ao agronegócio brasileiro em 2022. A companhia investe constantemente em soluções que ofereçam resultados superiores aos agricultores, aumentando a produtividade, o desempenho e contribuindo com qualidade dos cultivos. A empresa tem a inovação como principal motor de suas ações, pois a tecnologia é o que sustenta o desenvolvimento no mercado no presente e no futuro, sempre destinando seus esforços na promoção de novas moléculas visando contribuir para o progresso e competitividade da agricultura nacional.


Compartilhar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

%d blogueiros gostam disto: