Drones apresentados pela Eavision na Agrishow ampliam o cenário da alta tecnologia no Agronegócio

Compartilhar

Com a crescente demanda para o uso de drones no campo, aumenta também o interesse dos produtores

A Eavision, empresa global de drones agrícolas, esteve presente à Agrishow, realizada na última semana, em Ribeirão Preto. Com atuação em nível mundial desde 2016, a empresa apresentou como principal tecnologia os drones de alta produção. A empresa desenvolve e fabrica aeronaves remotamente pilotadas, adequadas para todo tipo de terreno.

As vantagens dos drones apresentados pela Eavision durante a Agrishow, são: segurança, facilidade de operação, mais eficácia e maior eficiência, capacidade de detecção de obstáculos em qualquer tipo de terreno e adaptação ao mercado brasileiro.

De acordo com o diretor de vendas da Eavision Júlio Pignata a Agrishow superou todas as expectativas da empresa.  “O agronegócio brasileiro está cada vez mais interessado na mais alta tecnologia disponível no mercado. Como trabalhamos com a chamada inteligência artificial integrada aos drones de pulverização, com o bico de névoa, o setor recebeu muito bem a Eavision”, explica.

Pignata aponta que a união entre a maior eficiência e com a maior produtividade proporcionada pelos drones tem gerado uma grande economia no campo. “Por isso que os drones já são uma realidade nas culturas de soja, cana e milho, principalmente, e nosso desafio agora é migrá-los também para outras culturas”, diz.

Ele aponta ainda que o mercado global para o uso de drones é de mais de R$ 6 bilhões até o ano de 2025. “E a fatia no mercado brasileiro no período chega a R$ 600 milhões, com a projeção de vendas de cerca de 3 mil drones. O mercado está apresentando cenários de necessidades diferenciadas e é por isso que o agronegócio voltou a atenção ao efeito de controle de inteligência”, afirma.

O diretor geral da Eavision Xuesong Dong afirma que quando a empresa iniciou seus trabalhos no Vale do Silício, nos Estados Unidos, a agricultura de precisão já se apresentava como uma demanda crescente. “Hoje esta é mais do que a realidade do agronegócio. Sabíamos do potencial e das oportunidades e como apresentamos ao mercado a mais alta tecnologia, com um pós-venda de excelência, a empresa tem conquistado seu espaço em nível mundial desde 2016”, conta. “E sobre o mercado brasileiro posso afirmar que ele está pronto para esta tecnologia e isso nos traz muita satisfação em atuar no país”, aponta.

Sobre a Eavision

A Eavision foi fundada em 2016 e entrou no mercado brasileiro em 2022. Com percepção visual binocular e controle autônomo de inteligência artificial como tecnologia principal, desenvolve e fabrica robôs e aeronaves remotamente pilotadas inteligentes adequadas para ambientes complexos ao ar livre. O algoritmo de inteligência artificial é a principal vantagem da tecnologia exclusiva da empresa.

A equipe de pesquisa e desenvolvimento da empresa é liderada por especialistas em controle automático de renome mundial. Atualmente, possui 53 patentes de invenção, 60 patentes de modelo de utilidade e 17 PCTs.

A pesquisa e desenvolvimento e aplicação da tecnologia de visão binocular 3D resolvem o problema da visão binocular. Visão em ambientes externos complexos, fantasmas em aplicações práticas, interferência/reflexo da luz solar, computação de alta velocidade, calibração em tempo real e outros problemas comuns de classe mundial. A empresa desenvolveu e expandiu equipamentos de máquinas inteligentes e softwares aplicados em diversas áreas e cenários, envolvendo agricultura, energia elétrica, identificação de obras, tratamento médico e transporte ferroviário, etc. Entre eles, a mecanização e inteligência de cenários agrícolas são o foco principal da Eavision atualmente. Ao mesmo tempo, a empresa desenvolveu de forma independente o único sistema comercial de detecção de emasculação de milho do mundo.

Acesse: http://www.eav.top

Contato de vendas: drone@eavision.com.br


Compartilhar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

%d blogueiros gostam disto: