painel solar

Cearense cria painel solar usando fibra de coco

Compartilhar

Engenheiro e ambientalista cearense cria painel solar usando fibra de coco.

Veja também: Turbina oceânica pode oferecer energia renovável ilimitada

Painel solar usando fibra de coco

O engenheiro e ambientalista Fernando Alves Ximenes desenvolveu um painel fotovoltaico e térmico produzido com fibra de coco. O novo sistema, criado no Ceará, terá uso doméstico e pode até suprir a demanda de energia das casas da população de baixa renda.

O sistema, que armazena a luz do sol para gerar eletricidade nas casas, levou seis anos para ficar pronto. Agora, a nova placa fotovoltaica só depende da aprovação do governo federal para ser instalada nas casas dos brasileiros. Mesmo antes de sua implantação oficial, o primeiro exemplar já funciona em uma residência em Itaitinga, região metropolitana de Fortaleza.

Chamado de PVT (Photo Voltaica Térmica), o painel criado por Ximenes é composto por fibra de coco e poderá ser utilizado tanto para aquecer água, como para produzir a eletricidade consumida no lar. O equipamento, que pode gerar até 120 kW/h por mês, deve chegar ao mercado custando cerca de R$ 2.300.

No ano passado, o engenheiro apresentou o painel solar de fibra de coco ao governo federal, para que o projeto fosse incorporado ao “Minha Casa, Minha Vida”, programa social do Estado que também visa a microgeração de energia nas residências. No entanto, as autoridades públicas não aprovaram o produto porque concluíram que não havia viabilidade financeira – anteriormente, cada placa custava três mil reais.

O crescimento da microgeração de energias alternativas na Europa foi o que motivou Ximenes a testar um sistema simples de geração de eletricidade também no Brasil. “No ano passado, a Alemanha bateu recordes nos investimentos em microgeração de energia, mesmo não sendo um país tropical”, argumentou o engenheiro ao jornal O Povo.

Como as cidades nordestinas têm o clima oposto ao dos países europeus, a microgeração solar pode atuar de maneira bem mais eficiente, não servindo apenas para aquecer a água e alimentar pequenos circuitos de energia. Segundo especialistas, o PVT pode reduzir e até mesmo zerar as contas de luz dos usuários. Com informações do jornal O Povo.

Fonte: Redação CicloVivo. Imagem principal: Depositphotos.

*Se o artigo ou imagem foi publicado com base no conteúdo de outro site, e se houver algum problema em relação ao conteúdo ou imagem, direitos autorais por exemplo, por favor, deixe um comentário abaixo do artigo. Tentaremos resolver o mais rápido possível para proteger os direitos do autor. Muito obrigado!

*Queremos apenas que os leitores acessem informações de forma mais rápida e fácil com outros conteúdos multilíngues, em vez de informações disponíveis apenas em um determinado idioma.

*Sempre respeitamos os direitos autorais do conteúdo do autor e sempre incluímos o link original do artigo fonte. Caso o autor discorde, basta deixar o relato abaixo do artigo, o artigo e a imagem será editado ou apagado a pedido do autor. Muito obrigado! Atenciosamente!

*If the article or image was published based on content from another site, and if there are any issues regarding the content or image, the copyright for example, please leave a comment below the article. We will try to resolve it as soon as possible to protect the copyright. Thank you very much!

*We just want readers to access information more quickly and easily with other multilingual content, instead of information only available in a certain language.

*We always respect the copyright of the content and image of the author and always include the original link of the source article. If the author disagrees, just leave the report below the article, the article and the image will be edited or deleted at the request of the author. Thanks very much! Best regards!


Compartilhar

2 thoughts on “Cearense cria painel solar usando fibra de coco

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

%d blogueiros gostam disto: