Qualidade da criação de aves deve impulsionar escolha da proteína para as festas de fim de ano

Compartilhar

Com a crescente onda de aumento no preço da carne, o frango vem se configurando no topo das listas de compras e se tornando cada vez mais a pedida certa para os cardápios nas ceias de Natal e de Ano Novo.

De acordo com a gerente comercial da Quimtia Brasil, empresa especialista na produção de insumos para nutrição animal, a veterinária Maria Antoanete Brandalize, além de custar bem mais barato do que outras proteínas [bovina e suína], a carne de ave, ao contrário do que muitas pessoas pensam e falam, é um dos alimentos mais saudáveis atualmente.

Segundo a especialista, quando se é disponibilizado às aves uma nutrição de precisão pode-se produzir mais carne de qualidade, com menor custo ao consumidor e ao meio ambiente.

“O fato de as aves serem desenvolvidas e conhecidas geneticamente, os nutricionistas, através da nutrição de precisão, conseguem ajustar níveis de aminoácidos, vitaminas, minerais, enzimas, dentre outros insumos para que o alimento fornecido ao animal possa ajudar na melhoria do seu potencial genético e a manter sua saúde íntegra”, explica a especialista.

Qualidade

Para Antoanete, é válido ressaltar que o mito de que as aves ingerem hormônios ou quaisquer substâncias para estimular ganho de peso não procede. “O processo de criação de aves é extremamente tecnificado e monitorado. Atualmente, as agroindústrias adotam medidas sanitárias e de biosseguridade intensas para garantir a saúde dos animais, ou seja, uma carne perfeita disponibilizada ao consumidor”, finaliza. 


Compartilhar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *