Leilão Primavera Casa Branca fatura R$ 3,9 milhões, cresce 20% e vende animais para Camboja

Compartilhar

O 7º Leilão Primavera Casa Branca faturou R$ 3.892.910,00, 20% mais do que a edição anterior, com a venda de 113 animais especialmente Angus e Brahman, além de prenhezes e sêmen. Essa genética diferenciada foi adquirida por 82 pecuaristas de 16 estados. Destaque, também, para vendas internacionais para Bolívia, México e Camboja. Além disso, sete reprodutores Angus foram contratados por centrais de genética, reforçando a qualidade do programa de melhoramento genético da Casa Branca.

“O resultado do 7º Leilão Primavera comprova a qualidade da nova safra de Angus e Brahman. São animais rigidamente avaliados mesmo antes do nascimento, a partir da escolha dos melhores acasalamentos, com foco nos mais importantes atributos produtivos. Selecionamos para contribuir para o aumento da produtividade da pecuária brasileira e mundial”, destaca o criador Paulo de Castro Marques.

“Criadores de 16 estados (BA, DF, ES, GO, MG, MS, MT, PA, PB, PR, RJ, SE, SC, SP, RS e TO), além da Bolívia, México e Camboja, confiaram na genética Casa Branca, levando para suas propriedades o que temos de melhor em termos de fertilidade, precocidade, adaptação e funcionalidade”, complementa Fabiana Marques Borelli, diretora da Casa Branca.

A Pinheiro Machado Livestock foi a maior investidora do leilão, com a aquisição de 4 reprodutores e 4 matrizes Brahman, que após cumprirem quarentena serão exportados para o Camboja.

No total, o 7º Leilão Primavera Casa Branca comercializou 35 animais Angus. Os reprodutores tiveram valorização média de R$ 33.577,00 e as fêmeas de R$ 13.600,00. Foram vendidos 55 animais Brahman, com reprodutores a R$ 20.625,00 de média e fêmeas a 20.341,00. Foram arrematadas duas bezerras Nelore por média de R$ 120.000,00, além de prenhezes da raça por R$ 82.500,00 de média. Também foram vendidos reprodutores Brahman e Ultrablack por R$ 18.000,00 de média.

Os animais Brahman são provados pelo Programa de Melhoramento Genético Zebuíno (PMGZ) e o Programa de Melhoramento Genético da Raça Brahman (PMGRB), da Associação Nacional dos Criadores e Pesquisadores; e o Angus tem a chancela do Programa de Melhoramento de Bovinos de Carne (Promebo), além de também ter registro, DEP´s  e avaliação genômica na American Angus Association (AAA).

Todos os machos da Casa Branca passam por rígida avaliação intrarrebanho, por meio de Prova de Desempenho coordenada pela profª. dra. Sarah Laguna Conceição Meirelles (Universidade Federal de Lavras) e prof. dr. Jaime Urdapilletta Tarouco (UFRGS), com a mensuração de diversas características de importância econômica, incluindo avaliação de carcaça por ultrassonografia e prova de eficiência alimentar.

Mais informações: www.casabrancaagropastoril.com.br e telefones (35) 3452-0828 e (11) 2362-5350.


Compartilhar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *