Vetoquinol lança Bullmax, solução contra verminoses com carência zero para produção de leite

Compartilhar

A Vetoquinol Saúde Animal, uma das 10 maiores indústrias veterinárias do mundo, apresenta ao mercado brasileiro uma solução inovadora para o combate dos vermes que prejudicam a produtividade da pecuária leiteira. Bullmax é composto por Eprinomectina 4,8% e oferece carência zero do leite, possibilitando a ordenha logo após a aplicação – diferencial que ajuda o produtor a não perder nenhum dia de lactação com o tratamento do problema.

“As verminoses são extremamente comuns nos rebanhos bovinos. Estudos indicam que esses problemas podem causar perda de peso de 30 a 40 quilos por animal. Além disso, a Embrapa estima que geram impacto médio de 20% na produção de leite. Isso significa que dos 35 bilhões de litros produzidos por ano no Brasil, 7 bilhões poderiam ser perdidos pela ação dos parasitas internos”, afirma o médico veterinário Guilherme Moura, doutor em ciência animal e gerente técnico de bovinos da Vetoquinol.

Esse prejuízo na produção de leite equivale a R$ 8,6 bilhões, com base em dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Por isso, o uso de endectocidas é essencial para proteger as vacas leiteiras dos efeitos devastadores dos vermes, que também causam fraqueza, edemas, problemas pulmonares e até mesmo problemas reprodutivos, já que esse problema sanitário pode impedir a entrada das vacas no cio.

“A incidência das verminoses em vacas leiteiras é particularmente preocupante, principalmente no período pré e pós-parto. Pesquisas tem demonstrado que a queda de imunidade temporária nesse período pode ser a causa de aumento na eliminação de ovos nas fezes por fêmeas adultas, aumentando assim a contaminação do ambiente e, consequentemente, o aumento da infestação dentro de um rebanho”, informa Guilherme Moura. “Alguns trabalhos relacionam a elevação da prolactina, hormônio ligado à produção de leite, com o aumento do parasitismo e também com a diminuição da imunidade dos animais. Assim, é possível pressupor que animais de alta produção leiteira em seu pico de lactação estão mais suscetíveis aos efeitos patogênicos dos vermes.”

Bullmax foi desenvolvido pela Vetoquinol com o objetivo de resolver o problema de vermes de forma rápida e eficaz nas vacas em lactação. Sua composição é à base de Eprinomectina 4,8%. Levantamentos recentes demonstram respostas de incremento de produção de leite de 1,5 a 2,0 litros por vaca ao dia, em fêmeas que foram tratadas com este ativo quando comparadas com animais não tratados.

“O grande diferencial desse importante lançamento é a tecnologia de carência zero. Isso significa que o produtor pode ordenhar sua vaca imediatamente após o uso de Bullmax, sem que haja resíduos no leite, além de poder estabelecer um programa de tratamento sem se preocupar com descarte. Essa inovação reforça nosso compromisso de oferecer soluções que beneficiem o bem-estar animal e a produção sustentável de alimentos de origem animal”, destaca Humberto Moura, médico veterinário e gerente de produtos de animais de produção da Vetoquinol.

Sobre a Vetoquinol – Entre as 10 maiores indústrias de saúde animal do mundo, com presença na União Europeia, Américas e região Ásia-Pacífico. Grupo independente, projeta, desenvolve e comercializa medicamentos veterinários e suplementos, destinados à produção animal (bovinos e suínos), a animais de companhia (cães e gatos) e a equinos. Desde sua fundação, em 1933, a Vetoquinol combina inovação com diversificação geográfica. O crescimento do grupo é impulsionado pelo reforço do seu portfólio de produtos associado a aquisições em mercados de alto potencial de crescimento, como a Clarion Biociências, ocorrida em Abril/2019. A Vetoquinol gera 2.372 empregos e está listada na Euronext Paris desde 2006 (símbolo: VETO). A Vetoquinol conta com SAC formado por profissionais da área veterinária para auxílio aos clientes. A ligação é gratuita – 0800 741 1005. Site: www.vetoquinol.com.br


Compartilhar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *