Com apoio da UPL, Confina Brasil inicia expedição para mapear 2 milhões de bovinos confinados

Compartilhar

Com o apoio da UPL, uma das quatro maiores empresas de soluções agrícolas do país, o Confina Brasil fará o mapeamento da pecuária intensiva brasileira pela segunda vez. Com todas as medidas de segurança sanitária, a expedição, realizada pela Scot Consultoria, visitará entre 21 de junho e 24 de setembro cerca de 120 propriedades que, juntas, somam 2 milhões de bois – 40% do rebanho confinado.

“Esta edição é muito promissora, tendo como base os excelentes resultados do ano passado, quando 30% dos confinamentos foram avaliados. Esse mapeamento tem sido muito enriquecedor para a UPL, que busca constantemente conhecer a fundo os desafios e as necessidades do criador, para oferecer soluções eficazes”, salienta o supervisor de customer marketing para pastagens da UPL Brasil, Ronaldo Roncari.

Neste ano, o Confina Brasil ampliará seu mapeamento de cinco para 14 estados. De 21 de junho a  9 de julho serão visitadas propriedades no Paraná, em Santa Catarina e no Rio Grande do Sul. De 25 de julho a 20 de agosto será a vez de Rondônia, Mato Grosso e Pará. Por fim, de 8 a 24 de setembro, as avaliações serão realizadas no Tocantins, na Bahia, em Minas Gerais, no Espírito Santo e no Rio de Janeiro.

De acordo com a Scot Consultoria, os dados colhidos serão analisados in loco nas fazendas. São informações de manejo, gestão, índices zootécnicos, infraestrutura, nutrição e sanidade, entre outros fatores de produção. Outro diferencial será também conhecer histórias de pessoas que lideram esse processo. As equipes da expedição são compostas por médicos veterinários, engenheiros agrônomos e zootecnistas.

Soluções para pastagens

Apoiadora do mapeamento, a UPL oferece soluções de alta eficácia para a proteção de pastos contra ervas daninhas e insetos que prejudicam as plantações. “Nosso portfólio também conta com soluções para o tratamento de sementes, fertilizantes, fisioativadores e produtos de nutrição inovadora que garantem a produtividade e a saúde vegetal, propiciando pastagens de maior qualidade”, destaca Roncari.

Contra plantas daninhas de folha largas, a companhia desenvolveu os herbicidas Artys, Jacaré e Famoso, que oferece controle superior em razão de seu amplo espectro com rápida e total absorção. Já para conter a cigarrinha-das-pastagens, a UPL disponibiliza o inseticida Sperto, que possui o melhor choque da classe, paralisando os danos imediatamente, além de oferecer eficácia prolongada.

“A UPL também oferece aos pecuaristas o exclusivo programa Pronutiva Pastagem, que integra o uso de soluções para proteção de cultivos com as mais modernas tecnologias de biossoluções, que incluem produtos biológicos e de nutrição inovadora, além de fisioativadores. Essas tecnologias garantem uma pastagem de alta qualidade, aliada importante da produção animal e da rentabilidade das fazendas”, finaliza Roncari.

Sobre a UPL

A UPL é uma fornecedora global de produtos e soluções agrícolas sustentáveis, com receita anual superior a US $ 5 bilhões. Somos uma empresa orientada por um propósito. Através do OpenAg, estamos focados em facilitar o progresso de toda a cadeia de produção agrícola. Estamos construindo uma rede de conexões que redefine a maneira como a indústria pensa e trabalha, de forma inovadora, aberta a novas ideias e novas soluções, enquanto atuamos fortemente em direção à nossa missão de tornar todo alimento mais sustentável. Como uma das maiores empresas de soluções agrícolas do mundo, nosso robusto portfólio consiste em produtos biológicos e soluções tradicionais de proteção de cultivos, com mais de 13.600 registros. Estamos presentes em mais de 130 países, com mais de 10.000 colaboradores globalmente. Para mais informações sobre nosso portfólio integrado de soluções para toda a cadeia de produção de alimentos, desde o tratamento de sementes até a mesa do consumidor, incluindo serviços e tecnologias digitais, visite upl-ltd.com.


Compartilhar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *