fertilizantes

Falta de potássio e nitrogênio na produção de fertilizantes

Compartilhar

Falta de potássio e nitrogênio na produção de fertilizantes é o que traz maior risco para o desempenho das lavouras, diz professor da Esalq/USP.

Veja também: Indústria tem dificuldade de manter moagem de mandioca

Ambos nutrientes, por características químicas, não ficam armazenados no solo por um longo período, o que coloca por terra a tese de uma espécie de “poupança de fertilizantes”.

O professor Luis Reynaldo Alleoni, titular da cadeira de Ciência do Solo da Esalq/USP, alerta que, entre os principais nutrientes para fabricação de fertilizantes, é a falta de potássio e nitrogênio que gera maior preocupação em relação ao risco de comprometimento da produtividade das lavouras.

Isso porque, explica o professor, ambos, por características químicas, não ficam armazenados no solo por um longo período, o que coloca por terra a tese de uma espécie de “poupança de fertilizantes”, que vem sendo ventilada. Logo, a adubação precisa ser frequente e racional.

Alleoni foi o coordenador do SolloAgro Summit, evento realizado pela Esalq/USP, com apoio da Fundação de Estudos Agrários Luiz de Queiroz (Fealq), na semana passada, em Piracicaba (SP).

Contexto

A guerra no Leste Europeu acendeu luz amarela, quase vermelha, para o agro brasileiro no tocante ao abastecimento de fertilizantes. O Brasil é altamente dependente da importação do insumo, e países da região são importantes fornecedores, em particular Rússia e Belarus. Este último já enfrentava dificuldades em exportar, devido a sanções econômicas pré-guerra em repúdio à ditadura local. O quadro se agravou com a eclosão do conflito, com a Rússia passando também a ser penalizada economicamente por parte da comunidade internacional, sobretudo EUA e Europa Ocidental.

Passados pouco mais de quatro meses do início do conflito, no entanto, o fluxo de chegada de fertilizantes ao Brasil manteve-se em maior ou menor grau, mas sem risco de desabastecimento. Contudo, o mesmo não se pode dizer dos preços, que registraram forte alta, deixando o produto ainda mais caro, já que os valores já estavam majorados em decorrência dos desarranjos, em particular logísticos provocados pela pandemia.

Neste entretempo, o governo federal movimentou-se em busca de outros fornecedores, bem como apresentou o Plano Nacional de Fertilizantes, a fim de estimular a produção doméstica, que enfrenta uma série de desafios, desde tributários, fundiários, ambientais etc. De momento, o cenário é que o produtor terá fertilizante para safra 2022/23, mas a um custo muito maior.

Fonte: Datagro. Imagem principal: Depositphotos.

*Se o artigo ou imagem foi publicado com base no conteúdo de outro site, e se houver algum problema em relação ao conteúdo ou imagem, direitos autorais por exemplo, por favor, deixe um comentário abaixo do artigo. Tentaremos resolver o mais rápido possível para proteger os direitos do autor. Muito obrigado!

*Queremos apenas que os leitores acessem informações de forma mais rápida e fácil com outros conteúdos multilíngues, em vez de informações disponíveis apenas em um determinado idioma.

*Sempre respeitamos os direitos autorais do conteúdo do autor e sempre incluímos o link original do artigo fonte. Caso o autor discorde, basta deixar o relato abaixo do artigo, o artigo e a imagem será editado ou apagado a pedido do autor. Muito obrigado! Atenciosamente!

*If the article or image was published based on content from another site, and if there are any issues regarding the content or image, the copyright for example, please leave a comment below the article. We will try to resolve it as soon as possible to protect the copyright. Thank you very much!

*We just want readers to access information more quickly and easily with other multilingual content, instead of information only available in a certain language.

*We always respect the copyright of the content and image of the author and always include the original link of the source article. If the author disagrees, just leave the report below the article, the article and the image will be edited or deleted at the request of the author. Thanks very much! Best regards!


Compartilhar

2 thoughts on “Falta de potássio e nitrogênio na produção de fertilizantes

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

error: Conteúdo protegido!
%d blogueiros gostam disto: