algodão

Abrapa reduz previsão da safra 2021/22 de algodão

Compartilhar

Abrapa reduz previsão da safra 2021/22 de algodão para 2,6 milhões de toneladas.

Veja também: Grão de soja tem queda no mercado

Estimativa inicial indicava colheita de 2,8 milhões de toneladas; mesmo com redução, produção deve ficar 10,8% acima do resultado do ciclo anterior.

A Associação Brasileira dos Produtores de Algodão (Abrapa), divulgou na sexta-feira (24), a revisão da colheita da safra 2021/2022. A previsão de crescimento ficará abaixo das estimativas iniciais, devido às intempéries climáticas que atingiram as regiões produtoras de maneira diferenciada, com chuvas excessivas ou seca.

Diante deste cenário, a projeção é colher 2,609 milhões toneladas de algodão, na safra 2021/2022, ante as estimativas iniciais de 2,8 milhões de toneladas. Apesar da revisão negativa, o volume de pluma projetado para a colheita 2021/2022 é 10,8% maior do que as 2,36 milhões de toneladas colhidas na safra passada. Os dados foram divulgados durante reunião da Câmara Setorial da Cadeia Produtiva do Algodão e Derivados, que reuniu representantes do setor, em sessão híbrida.

Até 23 de junho, 6,9% da área total de algodão foi colhida, segundo levantamento da Abrapa. Os capulhos estão abrindo nas lavouras brasileiras e a colheita começa a ser a realidade. “Infelizmente, em um momento em que o mundo quer mais o algodão brasileiro tivemos essa questão climática que impactou nas lavouras”, destacou o presidente da Abrapa, Júlio Cézar Busato.

Safra 2022/2023

A safra 2022/23 começa oficialmente em 01 de agosto. Em junho de 2022, o ICAC divulgou as primeiras estimativas detalhadas para a nova temporada, mas poderá haver alterações,  especialmente do lado da oferta, sendo que a maior parte das lavouras do hemisfério norte já foi semeada e agora está em desenvolvimento vegetativo, susceptível aos efeitos do clima.

A área plantada global com algodão é estimada em 32,78 milhões de hectares, queda de 1%. As reduções são previstas nos EUA (-11%), na Austrália (-5%) e no Brasil (-1%). O elevado preço dos fertilizantes, dos combustíveis e a competitividade de outras commodities influenciam, sem dúvida, as decisões de plantio dos produtores mesmo com preços de algodão elevados. A seca extrema, no oeste do Texas, é apontada como uma grande preocupação, podendo resultar em altas taxas de abandono de área e na redução da estimativa de produção norte-americana.

A previsão é de que a produção some 26,13 milhões de toneladas. O volume é 0,93% superior ao do ciclo 2021/22 devido à recuperação de produtividades. O Paquistão é o destaque no aumento de produção, com projeção de 1,6 milhão de toneladas (crescimento de 25%). Há fortes incentivos e discussões domésticas para reduzir a dependência de importações. Atualmente, o consumo no mercado paquistanês supera em três vezes a produção no país.

O consumo global de algodão é projetado em 26,09 milhões de toneladas, queda de 0,25%. A demanda manteve-se forte durante a safra 21/22, recuperando-se do cenário pós-pandêmico. Entretanto, há sinais de que os consumidores podem estar diminuindo o apetite nas compras. O European Central Banks’ Consumer Expectations Survey e o United States Consumer Confidence Survey apontam para uma redução da confiança do consumidor com o encarecimento dos alimentos e dos preços de combustíveis. Além disso, os lucros trimestrais de vários grandes varejistas americanos estão significativamente abaixo das expectativas, enquanto os pontos de venda com baixo custo (geralmente de fibras sintéticas) registraram melhores lucros.

Fonte: Datagro. Imagem principal: Depositphotos.

*Se o artigo ou imagem foi publicado com base no conteúdo de outro site, e se houver algum problema em relação ao conteúdo ou imagem, direitos autorais por exemplo, por favor, deixe um comentário abaixo do artigo. Tentaremos resolver o mais rápido possível para proteger os direitos do autor. Muito obrigado!

*Queremos apenas que os leitores acessem informações de forma mais rápida e fácil com outros conteúdos multilíngues, em vez de informações disponíveis apenas em um determinado idioma.

*Sempre respeitamos os direitos autorais do conteúdo do autor e sempre incluímos o link original do artigo fonte. Caso o autor discorde, basta deixar o relato abaixo do artigo, o artigo e a imagem será editado ou apagado a pedido do autor. Muito obrigado! Atenciosamente!

*If the article or image was published based on content from another site, and if there are any issues regarding the content or image, the copyright for example, please leave a comment below the article. We will try to resolve it as soon as possible to protect the copyright. Thank you very much!

*We just want readers to access information more quickly and easily with other multilingual content, instead of information only available in a certain language.

*We always respect the copyright of the content and image of the author and always include the original link of the source article. If the author disagrees, just leave the report below the article, the article and the image will be edited or deleted at the request of the author. Thanks very much! Best regards!


Compartilhar

One thought on “Abrapa reduz previsão da safra 2021/22 de algodão

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

error: Conteúdo protegido!
%d blogueiros gostam disto: