empresas de fertilizantes

Ministra se reuniu com representantes de empresas de fertilizantes

Compartilhar

Ministra se reuniu com presidentes de empresas de fertilizantes do Canadá. Nos encontros, a ministra ressaltou a importância do potássio para a produção de alimentos no Brasil.

Veja também: A guerra e os insumos agrícolas

A ministra da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Tereza Cristina, se reuniu nesta segunda-feira (14) com representantes de empresas de fertilizantes do Canadá para debater o atual momento por qual passa o setor, com a redução das exportações dos insumos da Rússia e Bielorrussia. Nos encontros, a ministra destacou a importância de as empresas canadenses ampliarem o fornecimento para o Brasil.

A Canpotex, que exporta o potássio das duas principais mineradoras do Canadá, informou à ministra que pretende aumentar o volume de vendas ao Brasil para além dos atuais 4 milhões de toneladas por ano. “Seguimos conversando com diversos fornecedores para que o nosso agro continue garantindo a segurança alimentar para o Brasil  e o mundo”, ressaltou a ministra.

Tereza Cristina também se reuniu com os presidentes  das empresas Brasil Potash, Gensource, Nutrien, e Fertilizer Canada, além do Vice-Ministro da Agricultura do Canadá,  Paul Samson. Nos encontros, a ministra falou sobre a importância do potássio para a produção de alimentos no Brasil.

“Para que o Brasil continue aumentando sua oferta de alimentos e contribuir para a segurança alimentar mundial, precisaremos de suprimentos adequados desse insumo. Isso não significa apenas assegurar os níveis atuais de compras, mas expandi-los. Podemos e devemos reforçar nossos laços e fortalecer parcerias de longo prazo, com vistas a garantir estabilidade e rentabilidade para todos os elos da cadeia produtiva. Isso significa, na prática, alimentos em quantidade e qualidade a preços acessíveis na mesa de todos”, disse Tereza Cristina. Além da manutenção e expansão do comércio de fertilizantes, a ministra convidou as empresas a estudarem investir em projetos no Brasil.

O Brasil importa cerca de 85% de todo o fertilizante usado na produção agrícola nacional. No caso do potássio, o percentual importado é de cerca de 95%. Atualmente, o Brasil é o quarto consumidor global de fertilizantes, responsável por cerca de 8% do total, e é o maior importador mundial. Em 2021, as importações brasileiras de fertilizantes foram superiores a 41 milhões de toneladas, o que equivale a mais de US$ 14 bilhões.

Fonte: Mapa. Imagem principal: Depositphotos.

*Se o artigo ou imagem foi publicado com base no conteúdo de outro site, e se houver algum problema em relação ao conteúdo ou imagem, direitos autorais por exemplo, por favor, deixe um comentário abaixo do artigo. Tentaremos resolver o mais rápido possível para proteger os direitos do autor. Muito obrigado!

*Queremos apenas que os leitores acessem informações de forma mais rápida e fácil com outros conteúdos multilíngues, em vez de informações disponíveis apenas em um determinado idioma.

*Sempre respeitamos os direitos autorais do conteúdo do autor e sempre incluímos o link original do artigo fonte. Caso o autor discorde, basta deixar o relato abaixo do artigo, o artigo e a imagem será editado ou apagado a pedido do autor. Muito obrigado! Atenciosamente!

*If the article or image was published based on content from another site, and if there are any issues regarding the content or image, the copyright for example, please leave a comment below the article. We will try to resolve it as soon as possible to protect the copyright. Thank you very much!

*We just want readers to access information more quickly and easily with other multilingual content, instead of information only available in a certain language.

*We always respect the copyright of the content and image of the author and always include the original link of the source article. If the author disagrees, just leave the report below the article, the article and the image will be edited or deleted at the request of the author. Thanks very much! Best regards!


Compartilhar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

%d blogueiros gostam disto: